Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / PSD de Oliveira de Frades está contra o encerramento do balcão dos CTT

PSD de Oliveira de Frades está contra o encerramento do balcão dos CTT

Em comunicado o Partido Social Democrata de Oliveira de Frades, manifesta indignação e contesta, o possível encerramento da Estação dos CTT na Vila de Oliveira de Frades.

Os Social-Democratas, “entendem que esta atitude por parte da administração dos CTT, uma empresa com quase 500 anos de existência, como descabida e injusta, uma vez que agrava a qualidade de vida e o desenvolvimento do concelho, que conta com dez mil habitantes e duas zonas industriais em expansão.

O PSD de Oliveira de Frades, “considera que esta decisão priva os oliveirenses de um serviço público importante e essencial, como é o serviço postal universal, além de contribuir decisivamente para a desertificação e isolamento do interior.

Os Social-Democratas de Oliveira de Frades, “Consideram que os CTT, apesar do processo de privatização ocorrido, devem prestar um serviço público, concessionado pelo Estado, que tem de ter um carácter universal e concretizar-se de acordo com elevados padrões de qualidade.

Esse serviço público prestado pelos Correios deve cumprir uma lógica de proximidade à população, ter em conta as efetivas necessidades dos utentes e contribuir para o desenvolvimento social e económico de todo o território nacional e, consequentemente, de cada um dos concelhos, realçam em comunicado os Social-Democratas.

Os PSD de Oliveira de Frades, diz ainda que não existem alternativas que garantam a prestação completa dos serviços atualmente prestados, ao grupo da população mais idosa e vulnerável.

O PSD de Oliveira de Frades exige que a administração privada dos CTT mantenha o local e as valências de atendimento e não aceita que este serviço se perca ou passe para terceiros, rejeitando liminarmente a intenção da administração dos CTT em:

  1. Encerrar a estação dos CTT, considerando esta intenção da Administração “um ato hostil para com o concelho de Oliveira de Frades”;
  2. Exigir à Administração dos CTT a reversão imediata desta intenção e a consequente manutenção da Estação dos Correios;

Mais, propomos, que no caso da aprovação desta MOÇAO deverá ser dado conhecimento da mesma ao público em geral, órgãos de comunicação social e, em particular, às seguintes entidades:

Sr. Presidente da Republica,

Sr. Primeiro-Ministro,

Sr. Ministro das Finanças,

Sr. Ministro da Economia,

Administração dos CTT,

Associações Sindicais e Patronais representativas do setor,

Grupos Parlamentares da Assembleia da Republica.

 

Pode ver também

Escola Básica Grão Vasco iniciou ano letivo com instalações remodeladas

O Presidente da Câmara de Viseu, Almeida Henriques, inaugurou as obras de reabilitação da Escola …

Comente este artigo