Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Penalva do Castelo: Percurso Pedestre “PR4 Rota dos Ambientes Rurais”

Penalva do Castelo: Percurso Pedestre “PR4 Rota dos Ambientes Rurais”

Numa organização conjunta da Câmara Municipal de Penalva do Castelo, junta de freguesia de Castelo de Penalva e apoio da Associação Cultural Castro de Pena Alba, Grupo Desportivo Cultural Bela Vista, Centro Social Paroquial de Castelo de Penalva, Bombeiros Voluntários, Unidade de Cuidados à Comunidade de Pena D’Alva e Agrupamento 149 CNE Ínsua, realiza-se, no dia 29 de abril, o percurso pedestre “PR4 PCT Rota dos Ambientes Rurais”.

A Rota é um percurso circular, com cerca de 12km, que circunda uma vasta área da freguesia de Castelo de Penalva, cuja sede, remotamente, foi berço do Município Penalvense e um ponto estratégico para o domínio e manutenção da paz em toda a área do enclave Dão-Mondego.

O percurso tem início junto à Igreja Matriz ou de S. Pedro e desenvolve-se em torno do rio Dão, com um aprazível ambiente rural circundante caraterizado por belas paisagens, grande diversidade de fauna e flora e diversos monumentos religiosos e histórico-culturais (capelas, alminhas, “ponte romana, castelo”…) que poderão ser apreciados pelo caminhante. Ao longo do percurso, os participantes serão surpreendidos com alguns momentos de animação, nomeadamente: as Lavadeiras no rio Dão, a travessia das poldras e o Alambique. Será ainda possível a visita ao interior das capelas e igrejas e apreciar o património desta freguesia.

Este ano a atividade conta com participação especial do Grupo Etnográfico de Várzea de Calde e das divertidas Marias Malucas Romeiras de Portugal que prometem uma manhã “agitada”.

A concentração está marcada para as 8h30m junto à Igreja Matriz de Castelo de Penalva, com partida às 9h15m.

O preço de inscrição é de 4,00 € (seguro e almoço). A participação livre não tem qualquer custo associado. O pagamento é efetuado no dia do percurso.

 

Pode ver também

Empresas reergueram-se um ano após os incêndios de 15 e 16 de outubro

As cinzas deixadas a 15 de outrubro do ano passado pelas chamas, em Oliveira de …

Comente este artigo