Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / PCP, Bloco de Esquerda e Os Verdes querem abolição das portagens na A24 e A 25

PCP, Bloco de Esquerda e Os Verdes querem abolição das portagens na A24 e A 25

O parlamento discute e vota esta sexta-feira 16 projetos de resolução sobre a abolição das portagens em outras autoestradas do norte e centro.

No distrito de Viseu, o PCP, Bloco de Esquerda (BE) e o Partido Ecologista “Os Verdes” (PEV) recomendam ao Governo, através de projetos de resolução, a abolição das portagens na A25 e A24.

De acordo com os partidos de esquerda, a A25, que liga Aveiro a Vilar Formoso, com ligação à fonteira espanhola, “agravou, dramaticamente, as dificuldades sociais e económicas das populações, já de si fortemente penalizadas pela crise e pelos custos da interioridade”.

“A A25, com uma distância de 190 quilómetros entre Aveiro e Vilar Formoso, demora a percorrer cerca de duas horas, enquanto a ligação entre essas duas localidades utilizando a EN 16 e EN 17, totalizando 234 quilómetros, demora mais de 4 horas. No que respeita à mobilidade, a implementação de portagens na A25 representou um grave retrocesso de muitos anos nas regiões da Beira Litoral e Alta”, pode ler-se no projeto de resolução do Bloco de Esquerda.

A A24 serve essencialmente o interior do país, ligando a Beira Alta a Trás-os-Montes, distando cerca de 160 quilómetros entre Viseu e Chaves, e cujo trajeto demora a percorrer cerca de uma hora e 45 minutos, enquanto o mesmo percurso pela Estrada Nacional 2, com uma distância de 170 quilómetros, demora quase quatro horas.

Todos os partidos de esquerda defendem que as portagens nestas autoestradas são penalizadoras para as suas populações, já que, habitualmente, as alternativas implicam distâncias maiores.

 

Pode ver também

Incêndios 2017: Governo já aplicou 32 milhões de euros na recuperação das habitações

O processo de reconstrução de casas destruídas pelos fogos em outubro de 2017 está cumprido …

Comente este artigo