Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Os 15% do IP3 que não vão ser duplicados é um troço com elevado indicie de sinistralidade

Os 15% do IP3 que não vão ser duplicados é um troço com elevado indicie de sinistralidade

A Associação de Utentes e Sobreviventes do IP3 reuniu com as Infraestruturas de Portugal, em cima da mesa esteve o calendário das obras de melhoramento a realizar naquele traçado.

Os representantes da Associação puderam também ver esclarecidas as suas dúvidas e expor as preocupações colocadas pelos cidadãos subscritores da petição que foi entregue na Assembleia da República.

A primeira intervenção, a executar no troço entre o nó de Penacova e o nó da Lagoa Azul, será lançada durante o corrente ano.

Em declarações à Alive Fm Álvaro Miranda da Comissão de Utentes, diz que a requalificação peca por tardia e que há problemas estruturais que vão ficar por resolver.

15% do traçado do IP3 não vai ser duplicado, Álvaro Miranda na zona da Livraria do Mondego, em causa está o impacto ambiental uma obra que a comissão vai continuar a lutar pela duplicação.

Os 15% do IP3 que vão apenas sofrer obras de melhoramento realça a Comissão de Utentes que é uma zona com elevado indicie de sinistralidade e com elevado trafego rodoviário, neste sentido a comissão defende também a duplicação da via naquela zona do IP3

As obras de duplicação no IP3 defende a Comissão de Utentes e Sobreviventes do IP3 já devia ter arrancado, a partir de agora a comissão vai continuar a luta pela duplicação dos 15% do traçado que apenas vai sofrer obras de melhoramento.

 

Pode ver também

Empresas reergueram-se um ano após os incêndios de 15 e 16 de outubro

As cinzas deixadas a 15 de outrubro do ano passado pelas chamas, em Oliveira de …

Comente este artigo