Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Os 15% do IP3 que não vão ser duplicados é um troço com elevado indicie de sinistralidade

Os 15% do IP3 que não vão ser duplicados é um troço com elevado indicie de sinistralidade

A Associação de Utentes e Sobreviventes do IP3 reuniu com as Infraestruturas de Portugal, em cima da mesa esteve o calendário das obras de melhoramento a realizar naquele traçado.

Os representantes da Associação puderam também ver esclarecidas as suas dúvidas e expor as preocupações colocadas pelos cidadãos subscritores da petição que foi entregue na Assembleia da República.

A primeira intervenção, a executar no troço entre o nó de Penacova e o nó da Lagoa Azul, será lançada durante o corrente ano.

Em declarações à Alive Fm Álvaro Miranda da Comissão de Utentes, diz que a requalificação peca por tardia e que há problemas estruturais que vão ficar por resolver.

15% do traçado do IP3 não vai ser duplicado, Álvaro Miranda na zona da Livraria do Mondego, em causa está o impacto ambiental uma obra que a comissão vai continuar a lutar pela duplicação.

Os 15% do IP3 que vão apenas sofrer obras de melhoramento realça a Comissão de Utentes que é uma zona com elevado indicie de sinistralidade e com elevado trafego rodoviário, neste sentido a comissão defende também a duplicação da via naquela zona do IP3

As obras de duplicação no IP3 defende a Comissão de Utentes e Sobreviventes do IP3 já devia ter arrancado, a partir de agora a comissão vai continuar a luta pela duplicação dos 15% do traçado que apenas vai sofrer obras de melhoramento.

 

Pode ver também

Novo bispo de Viseu Padre António Luciano toma posse este domingo

Padre António Luciano atual capelão do Hospital da Guarda, foi nomeado no passado mês de …

Comente este artigo