Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Nenhuma delas em Viseu, mas 18 mulheres foram assassinadas este ano em Portugal

Nenhuma delas em Viseu, mas 18 mulheres foram assassinadas este ano em Portugal

Segundo dados do relatório preliminar do Observatório das Mulheres Assassinadas (OMA) este ano, entre 1 de Janeiro e 20 de Novembro, 18 mulheres foram assassinadas e 23 foram vítimas de tentativa de homicídio.

No distrito de Viseu (à semelhança de Beja, Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Portalegre, Santarém, Setúbal, Vila Real e Açores) não há qualquer registo. Nem de mulheres assassinadas, nem de tentativas.

A Região Autónoma da Madeira regista o maior número a nível nacional com 5 casos. Logo a seguir está o Porto (com 4 mulheres assassinadas) e os distritos de Aveiro, Braga, Bragança, Évora, Faro, Leiria e Viana do Castelo (cada um com 1 caso).

Para homenagear as 18 mulheres que perderam a vida, esta quarta-feira, a UMAR (União de Mulheres Alternativa e Resposta) está a levar a cabo a iniciativa “Uma árvore erguida por cada mulher caída”.

No Porto, vão ser erguidos 18 carvalhos em nome das 18 mulheres assassinadas este ano, em Portugal, vítimas de violência de género. Cada um desses carvalhos terá o nome de uma das vítimas.

Depois da plantação simbólica na praça portuense, as árvores vão ser transportadas para São Pedro do Sul, para dar vida a uma das localidades mais devastadas pelos incêndios deste ano.

Pode consultar aqui o relatório do preliminar do Observatório das Mulheres Assassinadas na íntegra:

http://www.umarfeminismos.org/images/stories/oma/2017/OMA_Relat%C3%B3rio_Preliminar_20_de_Novembro_de_2017.pdf

 

Pode ver também

Resultados Divisão de Honra da AF Viseu

 

Comente este artigo