Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Município de Vouzela vai integrar rede internacional de Bio Regiões

Município de Vouzela vai integrar rede internacional de Bio Regiões

O Município de Vouzela vai integrar a rede internacional de Bio Regiões, um projeto de âmbito europeu, criado em 2009 pela associação italiana de agricultura biológica e que abrange regiões como Cilento (Itália), a primeira Bio Região, Biovallé (França) ou Mühlviertel (Áustria).

O grande objetivo desta rede passa pelo desenvolvimento de atividades de sustentabilidade ambiental nos territórios, não só ao nível da produção biológica, mas com o envolvimento consciente de toda a comunidade local, desde agricultores, produtores, consumidores, escolas, operadores turísticos e instituições.

Para o Município de Vouzela está é uma oportunidade valiosa, porquanto vai de encontro à estratégica de promoção e desenvolvimento do território, nomeadamente nas áreas da sustentabilidade, agricultura biológica, pecuária, economia verde, energia, ecoturismo/turismo de natureza, inclusão social e setor agroalimentar.

“É uma forma de valorização de produtos típicos, tradicionais, endógenos, cada vez mais procurados pelos consumidores e que acrescentam valor à economia local”, adianta Rui Ladeira, presidente da Câmara Municipal de Vouzela.

“A agricultura biológica ocupa, atualmente, um espaço importante no setor agroalimentar, sendo necessário que os agricultores entendam que hoje é possível produzir este tipo de produtos e de agricultura a custos controlados, permitindo o acesso a estes produtos a cada vez mais público e um escoamento maior para esses mesmos produtos”, esclarece o autarca que vê neste projeto uma excelente oportunidade para os produtos endógenos do concelho, como é o caso da vitela de Lafões ou os frutos vermelhos.

 

Pode ver também

Câmara de Viseu: Energia elétrica para 2019 com investimento de 8 milhões de euros

Foi aprovada a adjudicação do contrato de aquisição de energia elétrica para o ano de …

Comente este artigo