Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Município de Viseu ”puxa” pelas memórias locais da Grande Guerra no centenário do Armistício

Município de Viseu ”puxa” pelas memórias locais da Grande Guerra no centenário do Armistício

Arrancam esta sexta-feira, 9 de Novembro, as comemorações do centenário do Armistício da I Guerra Mundial (1918-2018) promovidas pelo Município de Viseu. Até 30 de Novembro, a autarquia põe em marcha um programa de atividades muito diverso, com o objetivo de fomentar na comunidade local a memória da importante participação de Viseu na Grande Guerra.

No programa cabem ações em parceria com o Núcleo de Viseu da Liga dos Combatentes e apoiadas pelo Regimento de Infantaria 14.

Nos dias 9 e 10, o Mercado 2 de Maio será o ponto de encontro com uma experiência inédita em Viseu: entre as 10 e a 17 horas, crianças, jovens ou famílias poderão entrar no quotidiano das trincheiras da Grande Guerra, através da recriação de uma trincheira e de uma tenda de enfermaria de campanha.

No dia 11 (domingo), dia da assinatura do Armistício, o Município apresenta e inaugura o roteiro “A Grande Guerra em Viseu”, com a edição de brochura de bolso e visita guiada pelos lugares de memória do conflito, com partida do Rossio, às 10 horas.

O primeiro polo do Museu de História da Cidade promoverá a recolha de memórias locais, apelando à comunidade para que, entre 9 e 30 de novembro, se desloque ao Museu e partilhe histórias de família sobre combatentes da Grande Guerra e o quotidiano na época, objetos e documentos.

Para o Vereador da Cultura e do Património de Viseu, Jorge Sobrado, “a opção de valorizar social e culturalmente a efeméride do Armistício restitui a relevância histórica de Viseu, dos seus regimentos militares e da região no contexto da intervenção portuguesa na Grande Guerra e faz justiça à memória dos combatentes e às suas famílias”.

 

Pode ver também

B.E. denuncia más práticas do Canil de Sátão, câmara desmente

O Grupo de Trabalho do Distrito de Viseu do Bloco de Esquerda para a Defesa …

Comente este artigo