Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Local / Moimenta da Beira vai ter duas barragens até 2020

Moimenta da Beira vai ter duas barragens até 2020

O processo com vista à construção de duas barragens em Moimenta da Beira está na fase final e as duas infraestruturas vão ser uma realidade até 2020, é pelo menos esse o desejo do presidente da autarquia, que vê na produção da maçã “a maior fileira” económica do concelho do distrito de Viseu.

O Ministério da Agricultura já aprovou os estudos preliminares das duas barragens, dando luz verde à sua construção, um investimento de 20 milhões de euros. As duas barragens de regadio das Terras de Demo vão ser construídas em Caria e Leomil.

Trata-se de um velho anseio de centenas de produtores de maçãs, que no verão se debatem com falta de água. José Eduardo Ferreira, presidente da Câmara de Moimenta da Beira, diz que a região “não pode ficar fora do regadio nacional” e que as duas barragens “serão determinantes para o setor da maçã”.

É o nosso mais importante produto. Temos aqui condições para que dentro de poucos anos o País deixe de importar maçã”, afirma o autarca. Ainda no plano da criação de infraestruturas para o desenvolvimento económico do concelho, está em fase final de construção uma circular rodoviária com dois quilómetros e o alargamento do parque industrial, um investimento de cerca de 3,5 milhões de euros.

Os empresários ficam naturalmente satisfeitos com os investimentos públicos, mas queixam-se da falta de ligação rodoviária “em condições” para a Europa.

“Oitenta e cinco por cento da nossa produção é para exportação e falta-nos um itinerário rápido par nos ligarmos à A25 e à Europa”, lamenta-se Filipe Sobral, empresário de granito e mármores. Para João Guedes, empresário ligado à metalomecânica e à agricultura, o impulso empresarial de Moimenta da Beira vai “fortalecer as empresas já existentes”.

CM

 

Pode ver também

Transporte de água para Fagilde não vai parar mesmo com previsão de chuva

As descargas de água diárias feitas através de 45 camiões-cisternas dos bombeiros na barragem de …

Comente este artigo