Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / “Melhor Tuna” do CITADÃO de Viseu vai para a Azeituna de Braga
Citadao

“Melhor Tuna” do CITADÃO de Viseu vai para a Azeituna de Braga

E eis que chegou ao fim o 13ºCITADÃO – Certame Internacional de Tunas Académicas do Dão, evento organizado pela Tunadão 1998 – Tuna do Instituto Politécnico de Viseu (IPV).

A cidade de Viseu pôde, uma vez mais, receber o encanto do espírito académico oferecido pelas tunas presentes neste festival. A concurso estiveram a Azeituna, a Estudantina de Castelo Branco, os Tunideos e a Luz&Tuna. Para abrilhantar o festival estiveram presentes mais duas tunas extraconcurso – a Viriatuna, que abriu a noite de serenatas, e a Estudantina Académica de Lamego, que foi a primeira a atuar na noite de sábado.

O dia de sexta-feira começou com um imprevisto devido às condições meteorológicas, obrigando assim a redefinir o local da habitual noite de serenatas (Mercado 2 de maio) para o auditório da Aula Magna.

Durante a tarde de sábado as tunas percorreram as ruas da cidade a tocar e a cantar, cumprindo o habitual Passacalhes.

Já a noite de festival em si, com uma Aula Magna completamente cheia, o espetáculo começou com a atuação da Estudantina Académica de Lamego, tuna que com cerca de quatro anos já está nas “bocas” do país. A partir daí começou o espetáculo com as tunas a concurso.

A Estudantina Académica de Castelo Branco trouxe-nos a sua boa disposição e despediu-se com uma adaptação do tema “Adeus que me vou embora” de António Variações. De seguida atuou a Luz&Tuna, que voltou a Viseu quatro anos após a sua última passagem, dando com a guitarra portuguesa o cheiro de Lisboa à cidade Graciosa. Em jeito de pausa, entraram depois os já conhecidos intervenientes deste certame – os magníficos Capitães da Adega. Posteriormente, subiram ao palco os Tunideos que, com a sua atuação interativa com o público e o seu sotaque açoriano, fizeram soltar muitas gargalhadas ao público presente. Logo de seguida entraram os rapazes de Braga, a Azeituna, que fechou a sua atuação e a grande noite de concurso com uma adaptação do tema “Eu nasci para música” do cantor português José Cid.

Para finalizar a noite subiu a palco a tuna da casa – Tunadão 1998. Inserindo-se nas comemorações do 30º aniversário da morte de Zeca Afonso, começou a sua atuação com uma adaptação do tema “Vejam Bem”.

Finalizada a sua performance, foi tempo da entrega de prémios às tunas a concurso:

Melhor Pandeireta: Tunideos;

Melhor Estandarte: Luz&Tuna;

Melhor Passacalhes: Tunideos;

Melhor Instrumental: Estudantina Académica de Castelo Branco;

Melhor Solista: Estudantina Académica de Castelo Branco;

Melhor Original: Azeituna;

Melhor Serenata: Tunideos;

Tuna mais Tuna: Tunideos;

Melhor Tuna: Azeituna;

No final, o representante da Tunadão 1998, Tuno-Mestre Bernardo Antunes, aproveitou a oportunidade para agradecer às tunas e ao público presente, bem como todas as entidades que patrocinaram e apoiaram o festival.

 

 

Pode ver também

21706621_1993730450908119_1876687289_o

Espaço do Cidadão instala-se em Santar

Santar disponibiliza a partir de agora aos seus moradores um “Espaço do Cidadão”. Situado no …

Comente este artigo