Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Mangualde: Obras de conservação e restauro da Igreja da Misericórdia em fase de conclusão

Mangualde: Obras de conservação e restauro da Igreja da Misericórdia em fase de conclusão

Iniciadas há cerca de um ano, as obras de conservação e restauro da Igreja da Santa Casa da Misericórdia de Mangualde, um dos monumentos mais significativos da arte religiosa setecentista no distrito de Viseu, estão agora em fase de conclusão.

O Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, João Azevedo acompanhado pelo Provedor da Santa Casa da Misericórdia, José Tomás, visitou a Igreja para se inteirar do andamento das obras, tendo apreciado o trabalho realizado e valorizado o empenho da Misericórdia na coordenação da obra.

A primeira fase da obra, correspondente à conservação e restauro da cobertura e fachadas teve início em junho de 2018, a que se seguiu de imediato a segunda fase com os trabalhos de conservação e restauro do interior da igreja e posteriormente a terceira fase correspondente à requalificação do pátio e edifício contíguo.

Esta intervenção permitiu resolver vários de problemas das fachadas e coberturas e recuperar, através da arte de conservação e restauro, a extraordinária beleza do interior da igreja.

Estas obras representam um investimento de 315 Mil Euros, com o apoio financeiro da Linha de Apoio à Valorização Turística do Interior, a que corresponde a um incentivo de 90% a fundo perdido, no âmbito de uma candidatura formalizada pela Santa Casa da Misericórdia de Mangualde, com o apoio da Câmara Municipal de Mangualde.

Inserida no roteiro turístico de Mangualde e numa parceria com a Câmara Municipal de Mangualde, o edifício contiguo à igreja passará a dispor de um espaço de acolhimento turístico, com informação diversa sobre o território, que facilitará a divulgação e visitação aos locais de interesse turístico do Município e o incremento da visitação.

A reabilitação e a integração deste espaço num roteiro turístico de Mangualde, torna-o inclusivo e acessível a todos, em particular a quem revela necessidades especiais, temporários ou permanentes, passando a ser um lugar com vida, através da sua visitação enquanto património único do nosso território e da sua dinamização cultural.

 

Pode ver também

Desportiva de Sátão quer lutar pelos primeiros lugares do campeonato

No arranque de mais uma época de futebol do Campeonato Distrital da Divisão de Honra …

Comente este artigo