Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Mangualde: lançada biografia do “musico filarmónico” José dos Santos Pinto

Mangualde: lançada biografia do “musico filarmónico” José dos Santos Pinto

Nos meses de outubro e novembro decorreram em Mangualde as comemorações do “Dia Mundial da Música”.

A iniciativa foi culminar do projeto “A nossa música, o nosso mundo: bandas filarmónicas, associações musicais e comunidade local”, desenvolvido entre os anos de 2016 e 2019 na cidade, através de um protocolo entre o Município de Mangualde e a Universidade de Aveiro.

Nestas comemorações foram exibidos alguns resultados da investigação levada a cabo pela investigadora Margarida Cardoso, no contributo das bandas filarmónicas para o desenrolar da vida social em Mangualde, desde os inícios do século XX até à atualidade.

As comemorações contaram ainda com o lançamento da biografia de José dos Santos Pinto, “músico filarmónico” natural de Lobelhe do Mato, Mangualde, que construiu um percurso profissional fora do concelho.

Margarida Cardoso, diz que a biografia divulga músicos desconhecidos do mundo da música e do público.

Aida Santos Pinto, filha do músico José dos Santos Pinto destacou o exemplo que o seu pai deu a muitos jovens que alcançaram um patamar de excelência no mundo da música.

João Lopes, vereador da Cultura da câmara de Mangualde, diz que João dos Santos Pinto, mostrou ao país ao mundo, que a região de Mangualde tinha valores musicais, um percurso, recorda o vereador, percorrido em tempos difíceis.

Está lançada a biografia de José dos Santos Pinto, “músico filarmónico” natural de Lobelhe do Mato, Mangualde.

Biografia de José dos Santos Pinto.

Oboísta, pedagogo e compositor, José dos Santos Pinto nasceu em Mangualde em 1915. Formou-se no Conservatório Nacional, onde viria a ser professor durante largos anos, e no Conservatoire Nationale de Musique. Durante a sua vida, passou pela Banda Regimental de Viseu, Banda da Guarda Nacional Republicana, Orquestra Filarmónica de Lisboa, Orquestra do Teatro Nacional de São Carlos, Orquestra da Emissora Nacional e Quinteto Nacional de Sopros. Como compositor deixou poemas sinfónicos, concertinos, sonatas, marchas, entre outros. Patenteou ainda um oboé original, que nunca chegou a ser fabricado em série.

Áudio de fotografia João Alves / Alive Fm.

 

Pode ver também

Queda de andaime provoca um morto em Penedono

A queda de um andaime provocou hoje uma vítima mortal em Penedono, no norte do …

Comente este artigo