Incêndios: Militares do RI 14 de Viseu destacados para patrulhar florestas – Alive FM 89.9 FM – Viseu
Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Incêndios: Militares do RI 14 de Viseu destacados para patrulhar florestas

Incêndios: Militares do RI 14 de Viseu destacados para patrulhar florestas

No âmbito do protocolo assinado entre o Instituto da Conservação da Natureza e das Floresta (ICNF) e o Ministério da Defesa Nacional, as Forças Armadas estão a participar em todo o território nacional na vigilância das florestas, com 44 patrulhas diárias, sendo 10 patrulhas garantidas por militares da Marinha e 34 patrulhas asseguradas por militares do Exército.

Esta operação teve início no mês julho e termina no dia 30 de setembro.

No âmbito desta missão, ao Regimento de Infantaria Nº 14 de Viseu foi atribuída a responsabilidade de garantir quatro patrulhas, duas das patrulhas estão a operar na região de Viseu e as outras duas no Parque Natural do Douro Internacional.

O Regimento de Infantaria Nº 14 de Viseu, no cumprimento da missão, tem empenhados diariamente, 16 militares e quatro viaturas táticas ligeiras, Major José Ventura salientou à Alive Fm os objetivos desta missão.

Em caso de alerta os militares encaminham a situação para a sala de controlo da Autoridade da Proteção Civil.

Além das patrulhas que o RI14 executa diariamente na região de Viseu, o Exército destacou mais cinco patrulhas, de outras unidades militares, cobrindo assim a vigilância em quase todo o Distrito de Viseu.

Desde o início do patrulhamento os militares do Regimento de Infantaria Nº 14 de Viseu ainda não registaram qualquer incidente durante a época de incêndios na região.

Quatro patrulhas do Regimento de Infantaria Nº 14 de Viseu estão a participar na vigilância das florestas, duas no distrito de Viseu, as outras duas foram deslocadas para a região do Douro.

 

Pode ver também

A câmara de Cinfães avança com nova ETAR de milhão de euros.

Uma nova estação de tratamento de águas residuais vai ser construída no concelho de Cinfães, …

Comente este artigo