Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Incêndios: Estas foram as 16 pessoas que sucumbiram às chamas
Fotografia: Jornal de Negócios

Incêndios: Estas foram as 16 pessoas que sucumbiram às chamas

A Protecção Civil divulgou uma lista com o nome das vítimas dos incêndios de 15 e 16 de Outubro. Confirmadas estão 45 mortes (de Coimbra, Castelo Branco, Guarda, Leiria e Viseu) e há ainda dois desaparecidos.

A lista surge no seguimento dos levantamentos feitos pela Autoridade Nacional de Proteção Civil e o Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses (INMLCF), em articulação com a Polícia Judiciária (PJ), a Guarda Nacional Republicana (GNR) e o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM).

Em Viseu, foram 16 pessoas perder a vida:

António Lopes de Jesus – Carregal do Sal

Morreu enquanto fugia de mota em Papízios, Carregal do Sal.

João Paulo Fonseca da Luz – Nelas

Tinha 50 anos e, segundo o Correio da Manhã, morreu em Nelas quando seguia de mota a tentar fugir do fogo. A mota ficou destruída e o condutor carbonizado.

Álvaro Ferreira da Cal – Oliveira de Frades

Segundo o Correio da Manhã tentou salvar os cães, mas não sobreviveu às chamas. Morreu com 79 anos.

Virgílio Costa Gomes e Ermelinda de Jesus Alves Gomes – Sta. Comba Dão/Setúbal

Marido e mulher, eram de Setúbal e estavam de visita à terra. Morreram carbonizados quando fugiam das chamas.

Manuel Ferreira de Matos e Jaime Neves Ferreira – Sta. Comba Dão

Segundo o Correio da Manhã, tinham cerca de 50 anos e morreram juntos quando fugiam das chamas.

José Ferreira – Sta. Comba Dão

Hermínio Lopes e Hermínio da Silva Romão – Tondela

Maria Rosa de Jesus – Vouzela

Maria Rosa de Jesus tinha 93 anos. Morreu numa estrada próxima da aldeia, depois de as labaredas terem impedido que o carro em que tentava escapar de Vila Nova da Ventosa com a filha avançasse. A filha ainda conseguiu fugir, mas Maria Rosa perdeu-se e ficou para trás. O corpo foi encontrado na segunda-feira de manhã.

Jorge Manuel Marques do Vale – Vouzela

Jorge do Vale, de 51 anos, era natural da aldeia de Quintela, freguesia de Queirã, mas vivia atualmente no Luxemburgo, onde era emigrante. Morreu na localidade vizinha de Igarei, em Queirã.

Arminda de Jesus Lourenço, Fernando de Jesus Lourenço e Laurinda dos Anjos Lourenço – Vouzela

Fernando (70 anos) e Laurinda (de 64) eram casados. Arminda (79 anos) era irmã de Fernando. Morreram todos na mesma casa. Os vizinhos ouvidos pelo jornalista do Observador acreditam que os três perderam a vida nos quartos, a dormir, sem se terem apercebido que o incêndio se aproximava da casa onde habitavam.

Abílio Rodrigues Moita – Vouzela

Com 81 anos, foi encontrado carbonizado, em casa, depois de os vizinhos terem dado pela sua ausência no rescaldo dos incêndios. Residia na aldeia de Covelo, freguesia de Ventosa.

 

Pode ver também

Duas mulheres detidas em Moimenta da Beira por permanência ilegal no país

O Comando Territorial de Viseu, através do Núcleo de Investigação Criminal de Moimenta da Beira, …

Comente este artigo