Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Hospital de Viseu: 30 enfermeiros foram requisitados para assegurar serviços mínimos

Hospital de Viseu: 30 enfermeiros foram requisitados para assegurar serviços mínimos

O dirigente do Sindicato Democrático dos Enfermeiros de Portugal) Rui Paixão em declarações à agência Lusa disse que o Hospital de Viseu tem sete salas de operações a funcionar, mais duas da urgência, com 30 enfermeiros que foram requisitados pelo Governo.

De um total de 80 enfermeiros do bloco central, cerca de 90% está em greve, no total foram requisitados 30 enfermeiros para o turno da manhã, no qual abriram sete salas de operação, mais duas da urgência.

Rui Paixão considerou esta requisição civil “um caminho um bocado forçado para obrigar os enfermeiros a prescindir do direito a uma greve” e disse “achar estranho o empenho que o Governo tem tido a recorrer a este tipo de instrumento quando deveria ter recorrido com o mesmo empenho a um caminho de bom senso e de acordos”.

Este responsável sindical não soube contabilizar o número de cirurgias que foram adiadas em Viseu, por causa da greve, mas sabe de “cirurgias que faziam parte dos serviços mínimos e que por situações não ligadas aos enfermeiros, porque eles estavam na sala e a cumprir o seu horário, foram canceladas”.

O sindicalista acrescentou que, “durante o período da primeira greve, em quase todos os centros hospitalares, houve uma redução das listas de espera das cirurgias, nomeadamente na área da oncologia”, o que, no seu entender, “se prova que se as prioridades estiverem bem focadas em dar uma resposta mais eficaz”.

 

Pode ver também

Feira de São Mateus: exposição de banda desenhada com uma história original sobre o hino português

A Feira de São Mateus, Viseu, inaugurar no domingo uma exposição de banda desenhada com …

Comente este artigo