Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Greve dos trabalhadores da PSA Mangualde é para manter

Greve dos trabalhadores da PSA Mangualde é para manter

Os trabalhadores da PSA/Peugeot/Citroën de Mangualde iniciaram a 13 de julho, uma greve todos os sábados até ao final do ano, para combater a produção extraordinária “imposta pela direção”.

Atualmente a produção está parada devido ao período de férias dos trabalhadores.

Segundo o sindicalista Telmo Reis, a direcção da empresa “pretendia que os trabalhadores fizessem, numa semana de cinco dias, quatro com dez horas de trabalho”, o que o sindicato considerou ser “um absurdo, já que em cinco dias vão ser feitas 48 horas”.

Garantir a manutenção dos dois dias de descanso consecutivo, garantir a não-realização de mais de oito horas diárias de trabalho e o fim da perseguição, chantagem, pressão e repressão, são os principais objetivos desta greve.

A greve dos trabalhadores da PSA de Mangualde tem tido uma forte adesão e segundo o sindicalista Telmo Reis, a administração continua sem dar sinais de abertura de diálogo.

O delegado sindical disse à Alive Fm, que a greve é para manter porque os trabalhadores pretendem “acabar com a bolsa de horas” e chamar a atenção para negociar”, uma vez que o sindicato “ainda não conseguiu dialogar com a direção” da empresa, sediada em Mangualde.

Com o anúncio da greve veio a ameaça de encerrar a fábrica, Telmo Reis recorda, o objetivo da empresa em investir 25 milhões de euros até 2023 na unidade de Mangualde.

Greve dos trabalhadores da PSA é para manter todos os sábados, até ao final do ano.

 

Pode ver também

Câmara de Viseu avança com construção da primeira fase da ciclovia da cidade

A câmara de Viseu aprovou a adjudicação da primeira fase de execução da ciclovia da …

Comente este artigo