Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Frapviseu: Escolas do concelho com falta de pessoal não docente

Frapviseu: Escolas do concelho com falta de pessoal não docente

Em comunicado a Federação Regional das Associações de Pais de Viseu, aponta várias preocupações junto das escolas do concelho de Viseu, como por exemplo insuficiência de recursos humanos nas escolas de pessoal não docente, modernização e ou atualização nos equipamentos de informática, nas escolas do Agrupamento.

Já Sobre a descentralização da educação e o facto da autarquia apenas pretender ficar com o parque escolar e gestão de assistentes operacionais a Frapviseu entende que a autarquia de Viseu deve assegurar a requalificação das escolas centenárias.

Todas estas escolas devem ser requalificadas e até poderá ser uma das formas a evitar a desertificação das aldeias, onde apenas existe uma escola.

A Autarquia de Viseu deve assegurar que nas escolas devem existir espaços verdes, assistentes operacionais em número que possam ajudar os nossos filhos e educandos, espaços de refeições acolhedores, salas de aula bem equipadas, equipamentos de protecção ambiental e projeto educativo da escola criativo e inovador, podem e devem ser motivos suficientes para que os Pais matriculem os filhos nessas escolas.

Estas pretensões da Federação Regional das Associações de Pais de Viseu, foram ontem comunicadas em reunião com a vereadora da educação da câmara de Viseu, Cristina Brasete.

Rui Martins presidente da Federação, em declarações à Alive Fm salienta como principal preocupação a falta de assistentes operacionais nas escolas do concelho de Viseu.

Há vários anos que as escolas do concelho de Viseu necessitam de resolução urgentes de benfeitorias, que desde outubro do ano passado salienta, Rui Martins nada foi feito.

Rui Martins espera que as várias pretensões da Federação Regional das Associações de Pais de Viseu, se venham a concretizar no mais curto espaço de tempo.

Em Sátão uma das preocupações da Federação Regional das Associações de Pais de Viseu, passa por problemas de indisciplina, que segundo Rui Martins estão a ser resolvidos através de processos de inquérito.

Documento com várias preocupações ao nível das escolas do concelho, foram ontem entregues à vereadora da Educação da câmara de Viseu e que a Federação Regional das Associações de Pais, espera ver resolvidas no mais curto espaço de tempo, umas estão por resolver há meses, outras há anos refere a Federação.

 

Pode ver também

Incêndios: Empresário Jorge Mendes oferece casa e ambulância em Santa Comba Dão

O empresário FIFA Jorge Mendes coloca esta quarta-feira a primeira pedra na casa que vai …

Comente este artigo