Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Falta de água em São Pedro de France já tem solução
SPF

Falta de água em São Pedro de France já tem solução

A Câmara e as Águas de Viseu vão investir mais 4 milhões de euros na ampliação da rede de saneamento e abastecimento de água no concelho.

O projecto engloba 9 freguesias entre elas, São Pedro de France, e já foi apresentado pelo autarca Almeida Henriques.

Fernando Machado, Presidente da Junta de Freguesia de São Pedro de France, explica que o objectivo é terminar as ligações de saneamento entre Lamaçais e Bassim e do Bairro de São Domingos em Guimarães. Com as obras concluídas, 75% da freguesia ficará ligada à rede de saneamento geral.

A falta de água em diversas aldeias da freguesia tem sido uma queixa constante dos moradores, na altura do verão, por o abastecimento ser feito através de uma rede fontenária explorada pela junta de freguesia. Com este investimento, assunto resolvido. O que cada casa gastar, cada proprietário tem de pagar.

O presidente garante que a principal preocupação é que a água chegue a todas as torneiras dos habitantes.

Fernando Machado remata a dizer que estas obras agora aprovadas já deviam ter sido começadas e finalizadas… mas entende que a Câmara quisesse aguardar pelo apoio dos fundos comunitários.

As obras em causa contam com o financiamento comunitário aprovado do PORTUGAL 2020, de 85%, e estão em fase de concurso para execução no terreno. A Águas de Viseu investe 4 milhões e faz subir para 99% a taxa de cobertura de água no concelho.

Comunicado da Câmara de Viseu:

«Águas de Viseu investe 4 milhões e faz subir para 99% a taxa de cobertura de água no concelho. Serão construídos 60 quilómetros de redes de saneamento e abastecimento.

Município e Águas de Viseu vão investir mais 4 milhões de euros na ampliação da rede de saneamento e abastecimento de água no concelho, já a partir de 2017.

Ao todo, o plano de obras criará uma nova extensão de 60 quilómetros nas redes de água e saneamento do concelho de Viseu, beneficiando mais de 1300 habitantes de nove freguesias (Coutos de Viseu, São Cipriano e Vil de Soito, Silgueiros, Ribafeita, Santos Êvos, S. Pedro de France, Côta, São João Lourosa e Bodiosa).

O pacote inclui 11 empreitadas em pontos distintos e abrange a construção de uma ETAR de pequena dimensão que permitirá desativar uma fossa comunitária existente na povoação de Gumiei, em Ribafeita.

O plano de investimentos foi apresentado hoje, 21 de Fevereiro, pelo Presidente da Câmara, Almeida Henriques, que o classificou como “um impulso de grande simbolismo”.

“Com este novo plano de investimentos, alcançamos mais um degrau nas taxas de cobertura de água e saneamento do concelho: respetivamente de 99 e 98 por cento”, destacou o autarca.

“Esta meta é especialmente exigente num concelho com a dimensão geográfica e a dispersão de povoamento como Viseu”, sublinhou Almeida Henriques. “Estas taxas de cobertura são um feito ambiental que promove a qualidade de vida”.

As obras em causa contam já com financiamento comunitário aprovado do PORTUGAL 2020, a uma taxa de 85%, estando todas elas em fase de concurso ou adjudicação para execução no terreno.

O Presidente da Câmara frisou ainda que “no Município não esperámos pelo financiamento comunitário. Fomos à frente e isso permite-nos agora ter a expectativa de uma execução mais rápida, muito antes de 2020, sem a pressão de guilhotinas de Bruxelas”.

Na apresentação foram ainda divulgados os resultados da “campanha” de regularização de ligações às redes de água e saneamento e de “combate a ligações ilegais”.

Desde que foi lançada a campanha, no ano de 2014, a Águas de Viseu angariou já mais de 4500 novos clientes, num crescimento superior a 11% do seu universo. Hoje, são já mais de 46 mil os clientes da Águas de Viseu.

Nas palavras de Almeida Henriques, “esta conquista é inédita e notável”, “representa um grande salto para o concelho na defesa da saúde pública, na promoção da segurança ambiental e na sustentabilidade de um sistema acessível, justo e de grande qualidade”.

Até a data foram requisitados e pagos mais de 11.000 ramais de água e saneamento.

 

Viseu, 21 de fevereiro de 2017

Jorge Sobrado (Adjunto do Presidente da Câmara Municipal de Viseu).»

 

Pode ver também

IMG_9532

Onde está o saneamento? População de Casaldeiro revolta-se e pára obras em curso

Fartos de promessas, a população de Casaldeiro decidiu meter-se na estrada e resolver o assunto …

Comente este artigo