Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Explosão da fábrica de pirotecnia de Avões considerado acidente de trabalho

Explosão da fábrica de pirotecnia de Avões considerado acidente de trabalho

Foram os indícios das autoridades que encaminharam à conclusão final, não passou de um acidente.

As investigações não encontraram vestígios ou indícios de crime ou negligencia na explosão da fábrica de pirotecnia de Avões, concelho de Lamego, que tirou a vida a oito pessoas em abril do ano passado.

Os relatórios da PSP e da PJ, segundo o Jornal de Notícias, revelaram que o acidente foi provocado por altas temperaturas e o baixo indicie de humidade.

O relatório aponta que na altura da primeira explosão no paiol, onde estavam a ser feitas as misturas e o enchimento dos foguetes as condições climáticas e a proximidade dos veículos carregados com o material pirotécnico acabaram por propagar a explosão.

Para o Ministério Público e para a Procuradora do Tribunal de Viseu, a explosão enquadra-se num acidente de trabalho e por isso não podem ser imputados indícios de crime quer à empresa, quer ás vitimas mortais.

O caso segue agora para o Tribunal de Trabalho, que irá decidir sobre as indeminizações a atribuir.

Tudo aconteceu a 4 de abril do ano passado, quando por volta das seis da tarde a 10 quilométricos da freguesia de Avões em Lamego se ouviram uma seria de explosões

A fábrica ficou reduzida a cinzas, 8 pessoas morreram incluindo o proprietário.

O acidente de Avões foi considerado um dos mais graves nos últimos anos em Portugal.

 

Pode ver também

PSA Mangualde vai produzir 75 mil veículos comerciais por ano

O Centro de Mangualde do grupo PSA anunciou esta segunda-feira que vai passar a produzir, …

Comente este artigo