Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Espetáculo de estreia da Companhia Paulo Ribeiro em Viseu regressa ao palco

Espetáculo de estreia da Companhia Paulo Ribeiro em Viseu regressa ao palco

O primeiro espetáculo que a Companhia Paulo Ribeiro apresentou em Viseu, há 20 anos, e que deu início à conquista do público da cidade para a dança, volta a subir ao palco do Teatro Viriato, este sábado.

Segundo o coreógrafo Paulo Ribeiro, “Memórias de Pedra/Tempo Caído” foi uma peça “criada em Viseu e para Viseu”, com o objetivo de deixar uma primeira boa impressão na cidade.

“A peça foi criada a pensar na cidade, a tentar levar a cidade a gostar da dança e a ter um olhar diferente daquele a que estaria habituada”, acrescentando que “correu muito bem” e que esta foi a primeira de uma série de muitas outras.

Na opinião de Paulo Ribeiro, “é essencial a cultura de hoje ter memória, poder olhar para trás e perceber que património é que tem”.

“Memórias de Pedra/Tempo Caído”, que aborda a intemporalidade de Portugal ao longo dos anos, é “uma obra dinâmica, muito festiva”, com “bastante sentido de humor, que faz uma pequena caricatura dos tiques comportamentais”, realçou Paulo Ribeiro.

“É uma peça feita no interior (do país), mas de grande extroversão e de grande capacidade de comunicação para fora”, Paulo Ribeiro, lembrou que teve várias apresentações de sucesso no estrangeiro.

O coreógrafo explicou que gosta “de trabalhar as peças”, mas “Memórias de Pedra/Tempo Caído” tinha de ser fidedigna ao trabalho original apresentado há 20 anos.

Nesse âmbito, a interpretação apenas terá “pequenas notas, pequenos arranjos, que têm a ver com o ajustamento a este novo elenco, que não tem o mesmo número de mulheres e de homens que tinha” o original.

Para o presidente da Câmara de Viseu, Almeida Henriques, a reposição do espetáculo da Companhia Paulo Ribeiro “é um grande momento das comemorações dos 20 anos do Teatro Viriato”.

O autarca disse ainda que pretende fechar as comemorações com um trabalho de Ricardo Pais, que, a 29 de janeiro de 1999, inaugurou a primeira temporada da nova vida do Teatro Viriato, com a apresentação do espetáculo “Raízes Rurais, Paixões Urbanas”.

 

Pode ver também

Mortágua: rebentamento de conduta de gás obrigou à retirada de 100 pessoas

O rebentamento de uma conduta de gás na Vidraria de Mortágua, na zona industrial, obrigou …

Comente este artigo