Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Local / Escorrência de águas residuais em Ínsua / Penalva do Castelo
Fossa - Insua

Escorrência de águas residuais em Ínsua / Penalva do Castelo

No passado mês de Outubro, após denúncia da população, Os Verdes deslocaram-se à freguesia de Ínsua, no concelho de Penalva do Castelo, para constatar in loco a escorrência a céu aberto de águas residuais de uma fossa sética.

A fossa, que se localiza num terreno agrícola na periferia do aglomerado, ao que tudo indica, após exceder o seu limite rejeita as águas residuais que escorrem a céu aberto, contaminando as linhas de água, os lençóis freáticos e os solos limítrofes.

Pelo que foi possível apurar, é frequente a libertação de maus odores provenientes deste esgoto a céu aberto, que se intensificam na época do verão.

Esta situação, que urge ser resolvida, é nefasta não só para o ambiente e ecossistema local, mas também para a saúde pública, pois estas águas sem tratamento escorrem para o rio Côja, que desagua no Rio Dão, que por sua vez alimenta a barragem de Fagilde.

Esta barragem abastece de água potável os concelhos de Viseu, Mangualde, Nelas e Penalva do Castelo.

A situação que se constata em Ínsua é muito similar ao que se verifica na freguesia de Real (Penalva do Castelo), e que já mereceu também intervenção do PEV, em que existem duas fossas da rede pública de saneamento básico que quando estão saturadas rejeitam as águas, também a céu aberto, por linhas de água que atravessam campos agrícolas.

Assim, ao abrigo das disposições constitucionais e regimentais aplicáveis, solicito a S. Exª O Presidente da Assembleia da República que remeta ao Governo a seguinte pergunta, para que o Ministério do Ambiente me possa prestar os seguintes esclarecimentos:

 1- O Ministério tem conhecimento que na povoação de Ínsua existem efluentes provenientes de uma fossa séptica que escorrem a céu aberto por campos e linhas de água, até ao rio Côja?

2- Foi instaurada, na última década, alguma coima à Câmara Municipal de Penalva do Castelo pela escorrência destes efluentes a céu aberto?

3- Qual a solução para o tratamento dos efluentes da povoação de Ínsua?

4- Está previsto encaminhar os efluentes das fossas sépticas para alguma ETAR já existente ou a construção de uma pequena ETAR em Ínsua? Se sim, para quando?

5- A deficiência na rede de esgotos e tratamento das águas residuais em Ínsua, área de influência da Barragem de Fagilde, coloca em causa a potabilidade da água destinada à população de Viseu, Nelas, Penalva do Castelo e Mangualde?

Alive Fm

 

Pode ver também

bispo

Bispo de Viseu apresentou renúncia ao cargo por motivos de saúde

Segundo a Agência Ecclesia, D. Ilídio Leandro, Bispo de Viseu, apresentou ao Papa a sua renúncia …

Comente este artigo