Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Empresas reergueram-se um ano após os incêndios de 15 e 16 de outubro

Empresas reergueram-se um ano após os incêndios de 15 e 16 de outubro

As cinzas deixadas a 15 de outrubro do ano passado pelas chamas, em Oliveira de Frades e Tondela, no distrito de Viseu, não desmotivaram os empresários, que lutaram para reerguer as empresas, algumas das quais a partir do zero.

Em Oliveira de Frades, as cerca de 50 empresas da zona industrial afetadas pelos incêndios de 2017 deram “a volta por cima” e nos seus responsáveis surgiram sentimentos de partilha e de solidariedade.

No concelho de Tondela, os incêndios de outubro de 2017 consumiram “centenas de viaturas, uma farmácia, aviários, oficinas, armazéns e unidades industriais”, recordou o presidente da Câmara, José António Jesus.

“Só empresas danificadas pelos incêndios de outubro do ano passado, de diferentes dimensões e um pouco por todo o concelho, foram cerca de 70”, salientou o autarca de Tondela.

Também neste concelho foi visível a determinação dos empresários: “na indústria, comércio e serviços, os danos chegaram aos 15 milhões de euros

Segundo José António Jesus, algumas das empresas “até melhoraram as condições de trabalho ou aumentaram a sua atividade, como foi anunciado pelo grupo Valouro, que brevemente irá proceder à inauguração das novas instalações”.

No que respeita ao setor da agricultura, “mais de 2.700 agricultores apresentaram declarações de prejuízos causados pelos incêndios”, sendo que, destes, 2.300 tiveram apoios por parte do Ministério da Agricultura (a grande maioria de montante inferior a 5.000 euros).

“Depois das respostas mais emergentes que esta calamidade impôs, foi necessário concentrar todas as atenções na reconstrução das habitações permanentes atingidas, a par do apoio às indústrias e serviços que também tiveram de instruir as suas candidaturas ao programa Repor”, salientou o autarca de Tondela.

José António Jesus, admitiu que “ainda há muito por fazer, visto que está em curso uma grande empreitada que prevê a reconstrução de 74 habitações, depois de já estarem concluídas algumas dezenas de casas que sofreram danos inferiores a 25 mil euros”.

 

Pode ver também

PSD e CDS acusam PCP de “enviesamento demagógico” e de “agitar fantasmas” sobre museu Salazar

O parlamento condenou a criação de um museu dedicado a Salazar em Santa Comba Dão, …

Comente este artigo