Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Empresário de Viseu arrisca 12 anos de prisão

Empresário de Viseu arrisca 12 anos de prisão

O Português, natural de Viseu, que tentou matar a mulher num hotel em Vigo, Espanha, arrisca doze anos de cadeia, mais 10 anos de proibição de se aproximar da vítima depois de cumprida a pena de prisão, com controlo por pulseira eletrónica  e 15 mil euros de indemnização pelas lesões e sequelas físicas e psicológicas.

Carlos Inácio Pinto está acusado de tentativa de homicídio da mulher, Eliza, num quarto de hotel, em Vigo (Espanha), a 2 de maio de 2016. A acusação, que o CM consultou, refere que o empresário, de 59 anos, agiu “com a intenção de acabar com a vida” de Eliza, de 29.

O casal mantinha uma relação há sete anos, tinha casado em setembro de 2015.

Pelas 08h20, o arguido aproveitou o momento em que Eliza tomava banho para lhe desferir um golpe no pescoço com um maço de calceteiro.

Depois, indica a acusação, golpeou-a na cabeça “vezes”. Eliza caiu ao chão. Carlos Pinto colocou-se em cima dela, agarrou-a com força pelo pescoço, com as duas mãos, e bateu com a cabeça da mulher no chão.

Eliza sofreu um traumatismo cranioencefálico, diversos ferimentos e hematomas no corpo. Ficou com quatro cicatrizes na cabeça e outra no calcanhar, e sofre de stress pós-traumático.

O empresário está em prisão preventiva, em Espanha, desde maio de 2016.

Veio a Portugal para ser julgado, em Santo Tirso, por fraude fiscal a sentença é conhecida amanhã, terça-feira 12 de março.

O empresário começa a ser julgado em Espanha pela tentativa de homicídio na próxima quinta-feira.

 

Pode ver também

Viseu não recebe Air Race Championship devido à falta de patrocínios

A falta de patrocínios levou a que o Air Race Championship não se realize em …

Comente este artigo