Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Empresa ALS vai realizar testes laboratoriais para o hospital de Viseu
Coronavirus

Empresa ALS vai realizar testes laboratoriais para o hospital de Viseu

A ALS Life Sciences vai, a partir de segunda-feira, realizar testes laboratoriais para deteção do novo coronavírus, no âmbito de uma parceria com o Centro Hospitalar Tondela Viseu, anunciou hoje um responsável da empresa.

“As análises serão realizadas no laboratório da ALS de Tondela, o qual é muito experiente e preparado para a realização de testes de deteção de vírus por biologia molecular”, explicou João Cotta.

Segundo o diretor geral da ALS Life Sciences para a Europa do Sul, “as amostras serão colhidas nas instalações do Centro Hospitalar Tondela Viseu” e depois transportadas para Tondela.

“Não existia, até agora, nenhum laboratório na região de Viseu que realizasse estes testes. Esta colaboração permitirá dar autonomia à região, aumentar de forma importante a capacidade de realização de testes, assim como a rapidez dos seus resultados”, frisou.

Na sua opinião, trata-se de “uma ajuda importante no controlo do contágio em Portugal e, em especial, na região de Viseu”.

João Cotta referiu que, no âmbito desta parceria, “a ALS irá realizar sem custos estes testes”, até ao controlo da pandemia.

“Para o efeito, o laboratório da ALS de Tondela cederá as instalações, os equipamentos e a equipa qualificada”, explicou, acrescentando que “os `kits` para a realização destes testes serão comprados e fornecidos pelo Serviço Nacional de Saúde (SNS)”.

O diretor geral da ALS para a Europa do Sul avançou ainda que, “no curto prazo, o laboratório da ALS de Tondela produzirá os seus próprios `kits` de diagnóstico”, de acordo com os protocolos da Organização Mundial de Saúde e aprovados pelo Instituto Nacional de Saúde.

“Será possível reduzir a importação, assim como a pressão sobre o `stock` do SNS”, acrescentou.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou cerca de 540 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram perto de 25 mil.

Em Portugal, registaram-se 76 mortes, mais 16 do que na véspera (+26,7%), e 4.268 infeções confirmadas, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde, que identificou 724 novos casos em relação a quinta-feira (+20,4%).

Dos infetados, 354 estão internados, 71 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 43 doentes que já recuperaram.

 

Pode ver também

Câmara de Cinfães reembolsa 50% das despesas de água, saneamento e luz aos empresários

A Câmara Municipal vai ajudar as empresas do Concelho no pagamento da água, saneamento e …

Comente este artigo