Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Desde 2011… 50 condutores morreram a conduzir tractores
esta

Desde 2011… 50 condutores morreram a conduzir tractores

Em Portugal, o número de mortos em acidentes com tratores é alto. E preocupante. É o que revelam as estatísticas: 80 em 2014; 53 em 2015; 71 em 2016; e já 39 nos primeiros meses de 2017.

No distrito de Viseu, entre 2011 e 2017, ocorreram 225 acidentes com tratores agrícolas que levaram à morte 50 condutores. Os números foram divulgados pelo tenente-coronel José Machado, esta segunda-feira, em Moimenta da Beira, no workshop sobre “Acidentes com Tratores” numa altura em que se comemora o “Dia do Comando Territorial de Viseu” que decorre na vila desde sexta-feira passada, 30 de junho, até sábado, 8 de julho.

José Machado explicou que foi criado um grupo de trabalho que irá apresentar medidas para que a GNR intensifique a fiscalização sobre os condutores dos veículos agrícolas/tratores de uma forma progressiva no que respeita ao ‘arco de proteção’, ao ‘cinto de segurança’, ao ‘avisador luminoso’ e ao ‘transporte de passageiros nos tratores agrícolas’. Tudo para se conseguir reduzir a alta taxa de sinistralidade nesta área. A juntar a esta medida, ações de formação sobre segurança para todos os condutores que não possuam licença de condução de veículos agrícolas passarão a ser obrigatórios.

No evento da GNR, foi explicado que os principais fatores de risco para os utilizadores de veículos agrícolas são a inexistência do uso do arco de proteção ou cabina de proteção; a incorreta utilização do arco de proteção e do cinto de segurança; o excesso de velocidade e perda de controlo do veículo; mau manuseamento, por falta de formação adequada, por parte dos operadores dos veículos agrícolas; e parque industrial automóvel envelhecido sem os necessários equipamentos de segurança.

 

Pode ver também

1_vespas (1)

Sátão: Ninho de vespas Asiáticas preocupam morador há duas semanas

De férias em Portugal, um emigrante com casa no lugar da Cerca, Lagedo, Rio de …

Comente este artigo