Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Cáritas de Viseu defende maior apoio psicológico às vítimas dos incêndios

Cáritas de Viseu defende maior apoio psicológico às vítimas dos incêndios

Depois dos incêndios… Carlos Monteiro Marques, Presidente da Cáritas Diocesana de Viseu, defendeu que as vítimas devem ser alvo de um apoio psicológico. Para ele, depois da fase de reconstrução e a resposta do Governo às primeiras necessidades, é altura de dar importância à parte afetiva que essas pessoas perderam. Para já existe um protocolo com a Universidade Católica, que “disponibiliza psicólogos para ir para o terreno”, mas para Carlos Monteiro não é suficiente.

Numa das suas visitas aos concelhos afectados pelos incêndios, acompanhado do Embaixador dos Estados Unidos, explicou que se vai continuar a trabalhar com as aldeias afetadas e ajudar a fazer o levantamento de quem precisa de apoio psicológico. Com a ajuda da Embaixada dos Estados Unidos da América, conseguiram colocar 36 toneladas de ração para animais nos concelhos de Tondela e Vouzela. Tratou-se de uma ajuda para alimentar animais no valor de 70.500 dólares (cerca de 60 mil euros).

Os incêndios de dia 15 provocaram 19 mortos na diocese de Viseu e consumiram 356 habitações.

Peça de Maria Sousa/AliveFM.

 

Pode ver também

Duas mulheres detidas em Moimenta da Beira por permanência ilegal no país

O Comando Territorial de Viseu, através do Núcleo de Investigação Criminal de Moimenta da Beira, …

Comente este artigo