Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Câmara de Viseu aprovou apoio de 564 mil euros para 23 projectos culturais

Câmara de Viseu aprovou apoio de 564 mil euros para 23 projectos culturais

A Câmara de Viseu aprovou hoje o financiamento de 564 mil euros para 23 projetos culturais independentes que serão desenvolvidos em 2016, no âmbito do concurso municipal “Viseu Terceiro”. O presidente da autarquia, Almeida Henriques, referiu que, comparativamente a 2015, “são mais 20% de orçamento e mais 40% de projectos”.

Dos 23 apoiados, seis integram o grupo de projectos já consolidados na agenda cultural do município (com 321 mil euros) e 17 o grupo dos emergentes (com 244 mil euros). O projecto Jardins Efémeros, promovido pela Pausa Possível – Associação Cultural e de Desenvolvimento, vai obter o maior financiamento municipal do concurso, no valor de 134 mil euros, dos quais 121 mil em incentivo financeiro directo.

No que respeita aos projetos emergentes, a Companhia Paulo Ribeiro – Associação Cultural foi a que conseguiu o maior financiamento municipal, no valor de 49 mil euros. Almeida Henriques realçou “a qualidade destes projectos e esta nova filosofia de separar os consolidados dos emergentes, bem como a metodologia, que é transparente e que coloca em pé de igualdade todas as entidades”.

Os dois vereadores socialistas votaram contra por entenderem que devia haver mais transparência e que os projectos que já estão consolidados deviam ficar de fora do concurso e ser apoiados diretamente pela Câmara. Segundo o vereador João Paulo Rebelo, dessa forma era “dada esperança aos projectos emergentes” de que poderiam receber financiamento.
Almeida Henriques considerou que se assim fosse é que não haveria transparência e umas entidades iam perguntar porque que é que outras tinham sido privilegiadas.

Comparativamente a 2015, o investimento do município em 2016 crescerá 100 mil euros e o número dos projectos apoiados de 16 para 23. Dos 564 mil euros atribuídos, 500 mil são incentivos financeiros e 64 mil incentivos não financeiros (em logística, serviços e isenções de taxas). Os projectos dizem respeito a áreas como música, teatro, dança, artes plásticas, arte urbana, som, design, fotografia e património.

Somando a comparticipação municipal a outras fontes de financiamento, estes 23 projectos representam um investimento de um milhão de euros na cultura em Viseu em 2016.

Fonte Publico

 

Pode ver também

Protecção Civil de Sátão alerta para perigo de incêndio com vaga de calor desta semana

A Protecção Civil Municipal de Sátão, enviou em comunicado, um pedido de alerta a toda …

Comente este artigo