Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Barragem da Maeira será uma realidade
barragem8municipios

Barragem da Maeira será uma realidade

Realizou-se ontem na Câmara Municipal de Viseu, o ato público de assinatura do protocolo de cooperação entre os Municípios de Mangualde, Nelas, Penalva do Castelo, Sátão, Vila Nova de Paiva, S. Pedro do Sul, Vouzela e Viseu, tendo em vista uma política conjunta de abastecimento de água na região e, em particular, a defesa da construção da barragem da Maeira, prevista no âmbito do Plano de Gestão da Bacia Hidrográfica do Vouga, Mondego e Lis, e com estudo prévio já elaborado.

Participaram da cerimónia o Secretário de Estado do Ambiente, Carlos Martins, e os Presidentes de Câmara dos oito municípios outorgantes.

Para Almeida Henriques o dia foi importante e destacou o empenho do Secretário de Estado do Ambiente.

O autarca viseense agradeceu aos outros 7 autarcas por estarem neste projeto que será o futuro das próximas gerações, pois para Almeida Henriques, o recurso água é um recurso escasso, mas existe em abundância na região.

A construção desta infraestrutura vai multiplicar por 5 o abastecimento de água nos 8 concelhos.

Almeida Henriques sublinhou que existiu uma união entre os 8 concelhos para a realização deste projeto.

Em resposta, Carlos Martins, Secretário de Estado do Ambiente sublinhou que este projeto é pioneiro, havendo uma escala do ciclo urbano da água.

O governante referiu que este pioneirismo deve ser exemplo para os restantes municípios do país.

No protocolo de cooperação, os municípios comprometem-se numa cooperação para uma política conjunta de abastecimento de água e saneamento de águas residuais, tendo na Águas de Viseu – Serviços Municipalizados de Água e Saneamento o instrumento institucional e técnico para o desenvolvimento de todos os estudos, projetos e candidaturas que se verifiquem como necessárias.

 Os  8 municípios assumirão ainda ser necessário e prioritário o reforço do abastecimento de água aos seus concelhos, melhorando os níveis de sustentabilidade do atual sistema de armazenamento e distribuição, face à dimensão demográfica e económica da região. Os autarcas assinalam, nesse protocolo, que a atual capacidade instalada não atinge o grau de sustentabilidade imposto pelo regulador.

 A capacidade atual da albufeira da barragem de Fagilde (2.500.000m3) revela-se já insuficiente para garantir o abastecimento de água às populações que dela dependem, designadamente dos concelhos de Viseu, Mangualde, Nelas e Penalva do Castelo, sendo a capacidade projetada para a albufeira da barragem da Maeira mais de quatro vezes superior (10.500.000 m3).

 

Pode ver também

hospital

Festival de Jazz de Viseu passou pela Pediatria do Hospital São Teotónio

“Gostávamos muito de levar o Festival de Jazz de Viseu à Pediatria!”. Foi esta a …

Comente este artigo