Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Aeródromo de Viseu com condições para receber helicóptero do INEM

Aeródromo de Viseu com condições para receber helicóptero do INEM

O presidente da Câmara de Viseu, Almeida Henriques, esclareceu que nunca reivindicou a transferência do helicóptero do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) do heliporto de Santa Comba Dão para o aeródromo da capital de distrito.

Durante a reunião de Câmara, Almeida Henriques contou que o município foi abordado por responsáveis do INEM que perguntaram se estaria disponível para acolher o helicóptero, já que não havia condições técnicas para o manter em Santa Comba Dão.

“Mais uma vez se prova que o investimento que fizemos no aeródromo de Viseu foi acertado, porque temos hoje uma qualificação de nível 5”, que responde a este tipo de situações, frisou.

Segundo o autarca social-democrata, “se Viseu não tivesse estas condições, o helicóptero teria ido para ao pé de Lisboa”.

Defensor de “uma lógica de boa vizinhança”, Almeida Henriques garantiu: “Se forem criadas as condições para que ele regresse a Santa Comba, verei isso sempre com bons olhos”.

Na sexta-feira, a Câmara de Santa Comba Dão disse que estava a tentar reverter a decisão do INEM de transferir o seu helicóptero.

“O município está a empregar todos os esforços para reverter esta situação, completamente imprevisível, tanto mais que a autarquia aguardava, desde fevereiro de 2019, uma comunicação formal da ANAC (Autoridade Nacional de Aviação Civil)”, referiu a autarquia, em comunicado.

Segundo a autarquia, nesta comunicação “deveriam estar, expressamente, enumerados e caracterizados os constrangimentos existentes às operações de emergência médica, efetuadas a partir do heliporto de Santa Comba Dão”.

“A ANAC, repita-se, nunca remeteu qualquer informação técnica ou de eventuais correções a efetuar no heliporto de Santa Comba Dão, até à presente data”, sublinha.

No dia 22, em comunicado, o INEM explicou que, à luz dos regulamentos em vigor, o heliporto em Santa Comba Dão não pode ser certificado como Base de Operações de Helicópteros de Emergência Médica.

“Com base nesta informação, o INEM viu-se obrigado, no imediato, a tomar as medidas adequadas para garantir as melhores condições para o cumprimento da atividade do SHEM (Serviço de Helicópteros de Emergência Médica), transferindo este helicóptero para o Aeródromo Municipal de Viseu”, acrescentou.



 

Pode ver também

Juvebombeiro nomeou novos delegados distritais

O Conselho Executivo da Liga dos Bombeiros Portugueses, após proposta da Direção Nacional da Juvebombeiro, …

Comente este artigo