Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Autarca de Vouzela diz-se “obrigado” a fazer obras num edifício do Estado

Autarca de Vouzela diz-se “obrigado” a fazer obras num edifício do Estado

A Delegada Regional de Educação do Centro, Cristina Oliveira, desloca-se a Vouzela, esta sexta-feira, dia 5 de abril, para participar na sessão de lançamento da primeira pedra das obras de requalificação da Escola Secundária.

O custo da empreitada de modernização da escola ronda 1.2 milhões de euros.

Rui Ladeira, presidente da autarquia de Vouzela, em declarações à Alive Fm, diz que o município vai realizar obras num edifício que é propriedade do Estado.

A obra será comparticipada em 963 mil euros pelo Programa Operacional Regional Centro 2020 e em 85 mil euros pelo Ministério da Educação e a Câmara Municipal de Vouzela assumirá os restantes encargos no montante superior a 375 mil euros.

Rui Ladeira, presidente da autarquia de Vouzela, diz que dos 15% que cabe ao Ministério da Educação, apenas 7,5% vão ser financiados para uma obra da responsabilidade do Governo.

As obras de requalificação da Escola Secundária de Vouzela, são um passar de responsabilidade para a autarquia, salienta o presidente Rui Ladeira.

A requalificação da Escola Secundária não prevê a vedação do espaço escolar, os arranjos exteriores e do pavilhão gimnodesportivo, o autarca Rui Ladeira, espera por uma reprogramação do Quadro comunitário no valor a rondar os 900 mil euros.

Os trabalhos de requalificação da Escola  Secundária de Vouzela, vão abranger melhoramentos no sistema de águas residuais, canalizações, intervenções nas salas de aula e serviços de apoio.

Apesar dos esforços de requalificação, ficará por intervencionar a cozinha e o refeitório, a portaria, o pavilhão gimnodesportivo e todo o espaço exterior.

 

Pode ver também

Feira de São Mateus: exposição de banda desenhada com uma história original sobre o hino português

A Feira de São Mateus, Viseu, inaugurar no domingo uma exposição de banda desenhada com …

Comente este artigo