Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Auditoria à câmara de Lamego revela passivo de 80 milhões de euros

Auditoria à câmara de Lamego revela passivo de 80 milhões de euros

Auditoria às contas da Câmara de Lamego revela passivo de 80 milhões euros.

O passivo do Município de Lamego ascendeu a 79 milhões e 481 mil euros, em outubro de 2017, indica o relatório da auditoria externa, às contas da autarquia.

O aumento da dívida resultou, segundo o relatório, do processo de internalização da empresa “Lamego Renova”, em 2016, que registava um passivo de 81 milhões e da internalização da empresa “Lamego ConVida” que apresentava um passivo de 62 milhões de euros.

Esta análise confirma que “a coligação “Todos Juntos por Lamego”, suportada pelo PSD e CDS/PP e que governou a Câmara Municipal de Lamego durante 12 anos, constituiu uma gestão irresponsável, desbaratando recursos públicos de forma pouco transparente, pondo em causa a sustentabilidade financeira do Município”, destaca o Presidente Ângelo Moura.

Esta auditoria externa representa o cumprimento de uma promessa eleitoral firmada pelo atual executivo, realça o autarca de Lamego.

A auditoria efetuada pela empresa externa, teve como objetivos fundamentais realizar uma análise rigorosa e factual da evolução da situação financeira, desde janeiro de 2014 a outubro de 2017.

O documento detalha ainda as despesas de representação realizadas naquele período, em termos de artigos de oferta, deslocações, estadias e ajudas de custo.

Na área da contratação pública, destaca, em 2016, o facto de 43 por cento da faturação ter data anterior à data do cabimento registado, chegando a registar-se um desfasamento de 139 dias, realça o documento divulgado pela autarquia.

A auditoria identificou despesas no valor de 186 mil e 903 euros, sem que tivesse ocorrido qualquer nota de encomenda ou requisição externa devidamente autorizada.

O Município de Lamego vai remeter agora o relatório da auditoria externa para as entidades competentes, Tribunal de Contas, a Inspeção-Geral de Finanças e o Ministério Público.

 

Pode ver também

Futebol: Jogos da 3ª eliminatória da Taça de Portugal

 

Comente este artigo