Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Aluna da Escola Grão Vasco vítima de agressão
escola

Aluna da Escola Grão Vasco vítima de agressão

Uma menina de 11 anos, aluna da Escola Grão Vasco, esteve internada no Hospital São Teotónio de Viseu por ter sido, alegadamente, agredida por dois colegas no recinto do estabelecimento escolar esta sexta-feira.

Com vários ferimentos e depois de ter sido assistida no local pelo INEM, acabou por ser transportada para o hospital onde esteve internada 24 horas.

“Começaram a atirar-nos com pedras e garrafas. As minhas colegas fugiram, eu ainda os tentei afastar ao pontapé, mas depois eles empurraram-me contra um carro e caí. Não me lembro de mais nada”, contou ao Correio da Manhã Anita de 11 anos.

A mãe, revoltada com o estado da filha, explicou ao jornal que foi a escola a contar-lhe o que se tinha passado.”Disseram-me que a minha filha tinha caído na escola e que tinha ido para o hospital. Só mais tarde é que soube o que realmente aconteceu… Pelo visto não foi a primeira vez. Estes meninos já têm antecedentes de violência e de mau comportamento”.

A Rádio Alive FM contactou a Escola Grão Vasco para ouvir a directora Inês Campos. A responsável explicou que não tem autorização para comentar o caso, mas garante que estão a acompanhar a situação.

Segundo o Correio da Manhã, a menina teve alta no sábado, continua medicada, com perdas de memória, dores no corpo e com medo de voltar à escola.

Entretanto, a mãe já apresentou uma queixa formalizada na esquadra da PSP de Viseu dizendo ao jornal ir “com isto até ao fim” por considerar que “a escola tem de ser um local seguro. Hoje, foi com a minha filha, mas, amanhã poderá ser com outras crianças”.

A AliveFm tentou até ao momento contactar o superintendente Victor Rodrigues, da PSP, mas não estava nas instalações.

 

Pode ver também

PAPA FRANCISCO

Papa Francisco aceitou pedido de resignação do bispo de Viseu

D.Ilídio Leandro já recebeu o consentimento de Roma quanto ao seu pedido de resignação por …

Comente este artigo