Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Almeida Henriques autarca de Viseu rejeita ligações à “Operação Éter”

Almeida Henriques autarca de Viseu rejeita ligações à “Operação Éter”

As ligações entre Almeida Henriques, antigo secretário de Estado e atual presidente da Câmara de Viseu, e um dos detidos da “Operação Éter” estão a ser investigadas pela Polícia Judiciária (PJ). As autoridades querem esclarecer se José Simões Agostinho, detido por suspeitas de corrupção e viciação de contratos dentro do Turismo do Porto e do Norte de Portugal, é um testa-de-ferro de Almeida Henriques.

O autarca de Viseu Almeida Henriques em conferência de imprensa, diz não aceitar estas acusações, que como refere, mancham o seu nome na praça pública.

Em Junho, o computador de Almeida Henriques foi alvo de buscas por parte da Polícia Judiciária.

Quanto à loja virtual de Viseu, o autarca esclareceu que o protocolo foi assinado mas a loja nunca chegou a avançar.

O autarca de Viseu diz que conhece o empresário Simões Agostinho, mas rejeita quaisquer ligações.

Cinco pessoas foram detidas pela Polícia Judiciária (PJ) na passada quinta-feira, na operação com o nome de código Éter, que incluiu buscas em entidades públicas e sedes de empresas.

Em causa estarão ajustes diretos realizados nos últimos dois a três anos que ultrapassam um total de cinco milhões de euros.

 

Pode ver também

Incêndios 2017: Governo já aplicou 32 milhões de euros na recuperação das habitações

O processo de reconstrução de casas destruídas pelos fogos em outubro de 2017 está cumprido …

Comente este artigo