5200 militares da GNR na vigilância das florestas devido às temperaturas elevadas – Alive FM 89.9 FM – Viseu
Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / 5200 militares da GNR na vigilância das florestas devido às temperaturas elevadas

5200 militares da GNR na vigilância das florestas devido às temperaturas elevadas

A Guarda Nacional Republicana (GNR) reforçou em todo o território nacional, o patrulhamento de visibilidade direcionado para a prevenção de incêndios, devido às temperaturas elevadas, ventos e baixa humidade previstos para os próximos dias.

A GNR, através das valências de Proteção da Natureza e Ambiente, territorial e investigação criminal, intensifica a vigilância das zonas de maior risco de incêndios, em particular nos distritos em que o risco é elevado, muito elevado e máximo, com intuito de prevenir incêndios florestais. Assim, estarão empenhados, diariamente, 5 200 militares nestas ações preventivas.

A valência de Proteção e Socorro estará em prontidão para atuar em ataque inicial, com os 40 meios aéreos. Também a rede nacional de postos de vigia irá estar integrada neste esforço, através dos seus 230 postos de vigia, constituídos por 920 vigilantes, que estarão a funcionar 24 horas/dia.

Neste âmbito, a GNR apela à sensibilização da população para que, nos espaços florestais e agrícolas:

  • não fume, não faça lume ou fogueiras;
  • fazer queimas ou queimadas;
  • lançar foguetes e balões de mecha acesa;
  • fumigar ou desinfestar apiários, salvo se os fumigadores estiverem equipados com dispositivos de retenção de faúlhas;
  • circulação de tratores, máquinas e veículos de transporte pesados que não possuam extintor, sistema de retenção de faúlhas ou faíscas e tapa chamas nos tubos de escape ou chaminés;

A GNR alerta ainda:

  • Em caso de incêndio ligue de imediato para o 112, transmitindo de forma sucinta e precisa a localização, a dimensão estimada e a forma de acesso mais rápido ao local;
  • Se notar a presença de pessoas com comportamentos de risco, contacte de imediato as forças de segurança.

Desde 1 de janeiro do presente ano, neste âmbito, a GNR realizou mais de 30 000 patrulhas, que resultaram na identificação de 708 suspeitos e na detenção de 81 incendiários.

 

Pode ver também

Ministério da Justiça estuda proposta para ampliar tribunal de Viseu

Ministério estuda construção de 13 novos tribunais nos próximos 10 anos Governo defende agregação de …

Comente este artigo