Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Sátão: Águas residuais sem tratamento canalizadas para ribeira e terrenos agrícolas
Fotografia Partido Ecologista Os Verdes

Sátão: Águas residuais sem tratamento canalizadas para ribeira e terrenos agrícolas

O saneamento da povoação de Rãs (União das freguesias de Romãs, Decermilo e Vila Longa), no concelho de Sátão, está a ser encaminhado para uma fossa séptica que fica localizada a poucos metros da povoação, no meio de terrenos de cultivo.

As águas residuais são depois encaminhadas através de tubagem para a ribeira de Sátão, afluente do Rio Dão, sem qualquer tipo de tratamento, a denúncia é do partido Ecologista Os verdes depois de terem recebido uma denuncia da população afetada.

No local Os Verdes constataram que os efluentes não só são canalizados para a linha de água, como também uma grande parte das águas residuais, devido a uma rutura do coletor, estão a ser descarregada diretamente para os campos de cultivo, como salientou à Alive Fm Miguel Martins, dos Verdes de Viseu.

As águas residuais que correm a céu aberto na povoação de Rãs provenientes da ETAR, salienta Miguel Martins, é uma questão de saúde publica.

Do Ministério do ambiente os verdes pretendem saber se a tutela tem conhecimento do caso e se a autarquia de Sátão tem autorização do Ministério de rejeitar as águas residuais para a ribeira de Sátão, afluente do Rio Dão.

Os Verdes consideram lamentável, os esgotos da ETAR de Rãs correrem a céu aberto, pois há anos que o saneamento se encontra neste estado, sem que se perspetive a resolução do problema e o tratamento adequado dos esgotos, realça o Partido Ecologista.

Galeria de fotografias

 

Pode ver também

Movimento “Chega” de Vila Nova de Paiva exige requalificação urbana

Habitantes ligados ao Movimento “Chega”, criado recentemente, colocaram cartazes frente ao edifício da câmara de …

Comente este artigo