Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / 200 participantes na Conferência “Território e Ambiente, Uma Visão Integrada”
Jpeg
Jpeg

200 participantes na Conferência “Território e Ambiente, Uma Visão Integrada”

No sexta-feira, no Auditório da Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico de Viseu (ESTGV-IPV), realizou-se a conferência: TERRITÓRIO E AMBIENTE, UMA VISÃO INTEGRADA, culminando as comemorações dos 20 anos do Departamento de Ambiente da ESTGV-IPV.

A conferência contou com mais de 200 participantes, incluindo estudantes e outros membros da comunidade escolar do IPV, autoridades de segurança e protecção civil, representantes de ordens profissionais, deputados à assembleia da república, autarcas, empresários, técnicos na área do ambiente e do território e público em geral.

Após a Sessão de Abertura, Fernando Ruas apresentou uma comunicação relativa aos fundos europeus e à política comercial da União Europeia (UE), como duas alavancas para o desenvolvimento regional e nacional.

Na sua intervenção, o Deputado do Parlamento Europeu sublinhou os benefícios fundamentais da UE para o desenvolvimento socioeconómico de Portugal nos últimos 30 anos, a partir dos “fundos comunitários” ou de outros mecanismos económicos e políticos. Sobre a coesão territorial em Portugal relevou o papel vital das autarquias, mormente na execução de projectos europeus comparticipados, que no interior do país parecem merecer um maior alheamento pelo poder central. A este propósito, Fernando Ruas aludiu à polarização excessiva das áreas metropolitanas do Porto e, sobretudo, de Lisboa, o que no plano interno é contraditório com a política de subsidiariedade e coesão defendida pelos governantes nacionais “em Bruxelas”.

Helena Freitas proferiu uma comunicação sobre o Programa Nacional para a Coesão Territorial, recentemente aprovado em Conselho de Ministros. De entre as 164 medidas de valorização do interior do país que este contém, a Coordenadora da Unidade de Missão para a Valorização do Interior apresentou e justificou algumas das iniciativas que considera mais emblemáticas, diversas já em processo de implementação. Neste sentido, para além da manutenção ou reactivação de serviços públicos, salientou o papel dos Institutos Politécnicos para o desenvolvimento socioeconómico do interior do país.

Ainda no período da manhã ocorreu uma cerimónia evocativa dos 20 anos do Departamento de Ambiente da ETGV-IPV. Após uma alocução sobre a Data e deste percurso de 20 anos, proferida pelo Director do Departamento Luís Teixeira de Lemos, foi plantada a vigésima árvore de um nova área verde arborizada do Campus Politécnico. Este ato contou com a participação do Presidente do IPV, Fernando Sebastião, que já na Sessão de Abertura tinha parabenizado o Departamento de Ambiente, sublinhando ainda a sua grande relevância para a instituição.

À tarde, realizou-se uma mesa redonda sobre a “inovação tecnológica e o desenvolvimento regional sustentável”.

Em representação de Almeida Henriques enquanto presidente da Rede Portuguesa das Cidades Inteligentes, Nuno Nascimento abordou o papel do poder local e das smart cities, ilustrando com a política que para o efeito está a ser promovida na cidade de Viseu.

José Couto, Presidente da Direcção do Conselho Empresarial do Centro, referiu-se ao papel das empresas e dos empresários na inovação tecnológica e desenvolvimento regional sustentável.

O Bastonário da Ordem dos Engenheiros, Carlos Mineiro Aires, falou sobre o papel da engenharia e do engenheiro nestes novos tempos de mudança, crescentemente tecnológicos.

Como aconteceu relativamente às intervenções da manhã, seguiu-se um período de debate vivo.

 

Pode ver também

PAPA FRANCISCO

Papa Francisco aceitou pedido de resignação do bispo de Viseu

D.Ilídio Leandro já recebeu o consentimento de Roma quanto ao seu pedido de resignação por …

Comente este artigo