Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Há 50 anos perdeu-se uma vida e a Câmara Municipal de São Pedro do Sul num incêndio

Há 50 anos perdeu-se uma vida e a Câmara Municipal de São Pedro do Sul num incêndio

O antigo edifício franciscano de S. José localiza-se no centro da cidade de S. Pedro do Sul e, actualmente, é composto por três corpos: a igreja, os claustros e os Paços do Concelho. Até 1967, o corpo principal do imóvel albergava vários serviços públicos: a Câmara Municipal, a Administração do Concelho, o Tribunal de Justiça, Registo Civil e Predial e a repartição das Finanças.

Na noite de 20 de Abril de 1967, a população da cidade foi sobressaltada por um pavoroso incêndio que teve início nos Paços do Concelho. As pessoas saíram de casa e correram para o largo do Município com as mãos na cabeça e as palavras:
– A Câmara está a arder! A Câmara está a arder!
Foi um Deus nos acuda.

Os bombeiros, em poucos minutos, subiram a rua de Camões e começaram a apagar o fogo, auxiliados pela boa vontade de um grupo de cidadãos que iam fazendo o que podiam: apagavam as chamas, acarretavam água, abriam caminho, salvavam documentação…

Mas, como o incêndio teve origem no sítio do arquivo municipal (o sótão), com muitas madeiras velhas e secas, imensa documentação em papel e outro material altamente inflamável, o edifício rapidamente tornou-se num braseiro, com línguas de fogo a sair pelas janelas e a altearem-se ao telhado, reduzindo tudo a fumo e cinza e desmoronando-se nalgumas dependências, apenas se salvando a parte dos claustros e da igreja.

A quase totalidade do valioso arquivo histórico municipal esfumou-se em poucos minutos, assim como os arquivos das outras repartições públicas que funcionavam no mesmo corpo.

E estas perdas não foram o pior. O fatídico incêndio fez uma vítima mortal: o jovem Manuel Ferreira Nunes (Farreca), que sucumbiu na sua tarefa de abnegado cidadão em prol do bem comum.

Mais recentemente, à memória desse bravo cidadão, foi atribuído o nome Manuel Ferreira Nunes (Farreca) à rua que do Largo S. Sebastião segue até à rua António Correia de Oliveira.

O Presidente da Câmara Municipal de então era o senhor inspector Hildebrando Pinho de Oliveira, que, de forma enérgica, empenhou tempo e meios para, nos meses subsequentes ao trágico incêndio, reconstruir e modernizar o conjunto danificado.

Hoje, completamente ocupado pelos serviços da Câmara Municipal, constitui-se como o magnífico e orgulhoso edifício dos Paços do Concelho de S. Pedro do Sul.

 

Pode ver também

O Herói do IP3 na noite dos incêndios é de São João da Pesqueira

Eduardo Botto, natural de São João da Pesqueira, é considerado o herói do IP3. Enfrentou …

Comente este artigo