Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Local / Vouzela: Homem de 44 anos morreu num aviário
img_905x603$2016_06_23_03_21_29_546412

Vouzela: Homem de 44 anos morreu num aviário

Um homem de 44 anos morreu quando limpava o interior de um aviário, na localidade de Espinho, em Alcofra, no concelho de Vouzela.

Uma mulher de 58 anos também sofreu ferimentos e foi assistida no Hospital de Viseu.

A Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT) investiga se a morte do trabalhador foi provocada por gases acumulados.

O alerta foi dado às 09h23.

Ao que o CM apurou, a primeira vítima a sentir-se mal foi a mulher.

Quando os Bombeiros Voluntários de Vouzela chegaram ao local, “encontraram a mulher já no exterior do aviário”, informou o bombeiro Luís Rodrigues.

Os populares alertaram os socorristas para outra pessoa em dificuldades no interior das instalações.

“Encontrámos o homem em paragem cardiorrespiratória e logo de imediato iniciámos as manobras de reanimação”, avançou o bombeiro.

Contudo, o médico da VMER atestou o óbito ainda no local. Pelas 14h00, o corpo da vítima mortal foi removido e transportado para o Instituto de Medicina Legal do Hospital de Viseu.

No mesmo local trabalhava um outro operário que escapou ileso.

A GNR avaliou a ocorrência como acidente de trabalho. A vítima mortal é Júlio Nogueira. Era casado e deixa um filho menor.

A família mostrou-se revoltada com as condições de trabalho, nomeadamente com a presença de centenas de pulgas nas instalações do aviário.

CM

 

 

Pode ver também

1_vespas (1)

Sátão: Ninho de vespas Asiáticas preocupam morador há duas semanas

De férias em Portugal, um emigrante com casa no lugar da Cerca, Lagedo, Rio de …

Comente este artigo