Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Viseu vai precisar de 300 licenciados para empresas de tecnologia

Viseu vai precisar de 300 licenciados para empresas de tecnologia

O presidente da Câmara de Viseu, Almeida Henriques, referiu que, nos próximos dois anos e meio, serão precisas mais 300 pessoas para as empresas de tecnologias de informação que estão ou virão a estar instaladas na cidade.

Durante uma visita ao Centro de Competências da Bizdirect, que está na cidade desde 2014, Almeida Henriques referiu que, nos últimos cinco anos, fixaram-se 300 pessoas para trabalhar em empresas do ‘cluster’ tecnológico.

À Bizdirect seguiram-se outras empresas desta área, de que são exemplo a Softinsa/IBM, a Critical Software, a Delloite e a Altice Labs e, segundo o autarca, o desafio agora é saber “como responder à procura que aí vem”.

“As perspetivas da autarquia e dos vários parceiros são de que é preciso duplicar, no espaço de dois anos a dois anos e meio, o número de pessoas”, realçou Almeida Henriques, acrescentando que, entre os parceiros, estão o Instituto do Emprego e Formação Profissional e o Instituto Politécnico de Viseu.

O diretor-geral da Bizdirect, João Mira Santiago, disse que se trata de “um desafio enorme”, até porque, neste momento, “a capacidade de utilização dos alunos que são formados é praticamente total”.

João Mira Santiago diz que “Já estão a olhar não só para os cursos de engenharia informática, como também para os de tecnologias multimédia e também para as escolas profissionais”, referiu.

Na sua opinião, Viseu tem também condições para atrair “famílias que procuram outro tipo de qualidade de vida”.

João Mira Santiago disse ainda que as empresas tecnológicas estão também atentas a “outros países que têm formação de qualidade”, desenhando programas que atraiam os jovens a Viseu.

Almeida Henriques comprometeu-se a “lançar mão de todas as ferramentas à disposição” para fixar estas pessoas em Viseu.

Instalado no Campus do Instituto Politécnico de Viseu, o Centro de Competências da Bizdirect tem cerca de 60 trabalhadores.

 

Pode ver também

Sátão: “Feira do Míscaro” promove artesanato e produtos locais

O Município de Sátão organiza este fim-de-semana, 16 e 17 de novembro, a 13ª edição …

Comente este artigo