Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / “Realidade omitida nas urgências hospitalares”
carloscortes2

“Realidade omitida nas urgências hospitalares”

A Ordem dos Médicos do Centro afirma que os titulares do Ministério da Saúde desconhecem a realidade das urgências hospitalares.

Carlos Cortes, Presidente da Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos, diz que os responsáveis do Ministério da Saúde omitem constantemente a realidade das urgências quando afirmam, enganosamente, que não existiram nem existem dificuldades nos serviços de urgência hospitalar nem tempo de espera excessivo após a triagem. Para Carlos Cortes estas declarações são insultuosas face ao trabalho e dedicação dos profissionais e do tempo de espera a que os doentes se sujeitaram.

O Presidente  lamenta que o Ministério não reconheça que o pico da gripe provocou o caos nas urgências e que haja situações complicada em várias unidades da região centro.

Para Carlos Cortes os responsáveis da tutela da Saúde deviam visitar os serviços de urgência sem anúncio prévio para perceberem a dimensão real de um problema que acontece todos os anos.

A Ordem dos Médicos do Centro diz que “o primeiro passo para resolver o problema é reconhecê-lo. Negar o que acontece nas Urgências é preocupante e demonstra o total desconhecimento do Ministério da Saúde sobre esta questão”.

 

Pode ver também

Cruzamento da EN 16 para EN 229-2

Rio de Moinhos e São Miguel de Vila Boa ganham novo padre

A Diocese de Viseu está em renovação. Vai reorganizar pastoralmente a distribuição dos párocos em …

Comente este artigo