Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Proteção civil fica sem comandante
LC

Proteção civil fica sem comandante

Lúcio Campos deixa amanhã o cargo de comandante operacional distrital, que ocupava há cerca de três anos e meio.

A mesma decisão vai ser tomada em relação ao 2.º CODIS, Rui Nogueira no próximo mês de Março.

Numa carta enviada à comunicação social, Lúcio Campos relembra que foi um enorme privilégio ter desempenhado funções de CODIS.

Parte com a convicção de dever cumprido e de ter contribuído para melhorar a imagem da proteção civil, bombeiros e agentes do sector no distrito.

Lúcio Campos deixou uma carta pública para a sua despedida:

«Exmas Senhoras, Meus Caros,

Confirmada que está, a partir do próximo dia 25Jan2017, a minha não recondução como Comandante Operacional Distrital (CODIS) de Viseu, venho por este meio agradecer de forma muito sincera e profunda toda a colaboração, disponibilidade e apoio que para comigo sempre foi manifestada, nestes cerca de três anos e meio em que desempenhei estas funções.

Foi para mim uma extrema honra e um enorme privilégio ter tido a oportunidade de trabalhar e me relacionar pessoal e profissionalmente com homens e mulheres que a título individual ou em representação de entidades, organismos ou instituições têm como propósito maior prestar o auxílio, socorro e apoio a quem precisa, bem como contribuir com a sua dedicação, esforço e competência para melhorar a qualidade de vida das populações, constituindo-se assim como verdadeiros agentes de Proteção Civil.

Desde Câmaras Municipais, Escolas, Forças Armadas e de Segurança, Órgãos de Comunicação Social, Entidades Públicas e Privadas, passando pelas mais diversas Instituições e Organismos, agradeço a todos e em particular, destacando naturalmente os representantes dos principais Agentes de Proteção Civil (APC) do distrito de Viseu com quem, ao longo deste tempo, tive oportunidade de melhor conhecer, trabalhar e me relacionar.

Por maioria de razão, faço um agradecimento muito especial aos Bombeiros que, apesar de não ser oriundo do meio, rapidamente aprendi a muito admirar e respeitar, que têm e terão sempre a minha mais profunda consideração, inestimável valor e eterna gratidão. Desde a primeira hora e em todas as circunstâncias procurei honrar e dignificar o seu nome. Portugal deve sentir orgulho nestas gentes e eu curvo-me perante a nobreza da sua missão.

Parto com a firme convicção do dever cumprido e de ter contribuído, um pouco que seja, para melhorar a imagem da ANPC, dos Bombeiros e de todos os APC e entidades com especial dever de cooperação e colaboração neste distrito. Houve uma melhoria na interação e interoperabilidade entre todos que conduziu a um reforço visível no Sistema de Proteção Civil no distrito de Viseu. Muito obrigado e até sempre, na certeza que podem incondicionalmente contar com a minha total disponibilidade e colaboração, onde quer que me encontre.

Com amizade,

Lúcio Campos

Comandante Operacional Distrital»

 

Pode ver também

hospital

Festival de Jazz de Viseu passou pela Pediatria do Hospital São Teotónio

“Gostávamos muito de levar o Festival de Jazz de Viseu à Pediatria!”. Foi esta a …

Comente este artigo