Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Mais 3 casas para atribuir no Centro Histórico de Viseu
SONY DSC
SONY DSC

Mais 3 casas para atribuir no Centro Histórico de Viseu

Em Viseu, há novo concurso para atribuição de 3 habitações no Centro Histórico. Fase de candidaturas arranca hoje e decorre até 30 de dezembro. Habitações a concurso estão localizadas na rua Direita.

A empresa municipal de habitação – Habisolvis – lança hoje a terceira fase do concurso para atribuição de habitações em regime de arrendamento e a preços condicionados no Centro Histórico de Viseu. Os interessados devem formalizar a sua candidatura até 30 de dezembro.

Os apartamentos que retomam a concurso são dois T2 e um T3 na rua Direita, nomeadamente nos edifícios número 91-97 e 275, os primeiros já atribuídos em fases anteriores, mas disponíveis novamente por desistência dos candidatos.

Relativamente à segunda fase, a habitação T3 sofre uma redução de 20% no valor da renda, representando um abate mensal de cerca de 45 euros. As restantes condições de acesso mantêm-se em relação à fase anterior, verificando-se a redução de 20% nos limites mínimos e máximos de rendimento dos candidatos no acesso às habitações (mais 10% do que na primeira fase).

De igual forma, nesta fase, poderão ser excecionalmente admitidos, caso não existam candidatos suficientes, agregados com rendimentos inferiores ao estipulado ou cujo número de elementos não seja compatível com a tipologia preferencial.

Os agregados familiares jovens, cuja idade média não ultrapasse os 35 anos, continuam a ser os candidatos privilegiados, seguindo o desígnio inicialmente estipulado pelo Município de Viseu de atribuir o universo das habitações reabilitadas a famílias em início de vida.

Todos os documentos e informação estão disponíveis no portal do Município. As candidaturas devem ser entregues presencialmente nas instalações da Habisolvis, na rua João Mendes.

A primeira fase do concurso para atribuição de habitações no Centro Histórico foi lançada em abril, seguida de uma nova fase que arrancou em setembro. Em ambas as etapas, a Habisolvis registou 41 candidaturas às 18 habitações, sujeitas à requalificação no âmbito do programa “Reabilitar para Arrendar”.

Atualmente, 14 habitações já se encontram atribuídas e 11 famílias já habitam em permanência os seus novos lares. O edifício nº275 da rua Direita é o único cuja reabilitação ainda não se encontra concluída.

O Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana apresentou em outubro uma nova linha de financiamento do programa “Reabilitar para Arrendar – Habitação Acessível” no valor de 50 milhões de euros, para investimentos públicos ou privados de reabilitação de edifícios com idade igual ou superior a 30 anos e que possuam vocação para habitação a arrendamento. Um impulso para dar continuidade à reabilitação e revitalização do edificado e da identidade do Centro Histórico de Viseu.

 

Pode ver também

psp2

2 detidos pela PSP por conduzirem alcoolizados

A Polícia de Segurança Pública de Viseu, no dia 21 do corrente mês e ano, …

Comente este artigo