Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Insegurança obriga a encerramento de troço da EN16 na região de Lafões

Insegurança obriga a encerramento de troço da EN16 na região de Lafões

A ligação entre as Termas de São Pedro do Sul e Vouzela, cerca de dois quilómetros da Estrada Nacional 16 (EN16), foi ontem, 12 de julho, fechada ao trânsito por falta de segurança, disse fonte da comissão de requalificação da estrada.

“As Câmaras de Vouzela e São Pedro do Sul informaram as Infraestruturas de Portugal (IP), há mais de um ano, para a falta de segurança do troço da EN16 e, agora, a IP, que começou na segunda-feira a alcatroar a estrada, não a requalificar, só a alcatroar, decidiu que a estrada seria encerrada”, referiu o presidente da Assembleia Municipal de Vouzela.

Segundo Telmo Antunes, “a informação foi dada ao presidente da Câmara de Vouzela, Rui Ladeira, na passada quarta-feira, pelo responsável do instituto no distrito de Viseu”, numa reunião que aconteceu “dois dias depois de começarem a alcatroar” a estrada, o que “denota uma falta enorme de planeamento para a sua requalificação”.

O troço da EN16 que está em causa é o que liga as Termas de São Pedro do Sul a Vouzela “e é a estrada que serve a zona industrial, que tem aviários, agropecuária e empresas de metalomecânica, com um enorme fluxo de trânsito diariamente.

O encerramento, por tempo indeterminado, vai provocar elevados prejuízo às empresas e aos residentes dos dois concelhos e aos milhares de turistas que visitam a região”, salientou Telmo Antunes.

Tendo em conta “a insegurança da estrada”, onde já se deu “um aluimento de terras e um muro de suporte abateu”, foi criada, “há cerca de seis meses”, uma Comissão para a Requalificação Urgente da EN16 entre as Termas de São Pedro do Sul e Vouzela.

A comissão é constituída por oito elementos, quatro do concelho de São Pedro do Sul (dois do PS e outros dois do PSD) e outros tantos do município de Vouzela, em igual divisão partidária com assento nas duas assembleias municipais.

A comissão acusa a IP de “não ter tomado uma decisão imediata”, como a “abertura dos procedimentos com vista à reparação do pavimento”, acabando por “agravar os danos e impedindo que as obras fossem realizadas no mais curto de tempo possível”.

Telmo Antunes lembrou que a EN 16 “tem mais de 100 anos” e “era a ligação original entre Aveiro e Vilar Formoso”.

 

Pode ver também

Nove anos de prisão efectiva para mulher acusada de burlar cidadãos franceses

As quatro pessoas acusadas de sequestro e burla a cidadãos franceses foram condenadas no Tribunal …

Comente este artigo