Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Uso do cinto de segurança: Viseu com menos 306 infracções
cintognr

Uso do cinto de segurança: Viseu com menos 306 infracções

A Guarda Nacional Republicana (GNR) intensifica até ao próximo domingo, dia 18 de Setembro, a fiscalização do uso do cinto de segurança e de sistemas de retenção para crianças (SRC), direccionando as acções para as vias onde as infracções por falta de uso dos dispositivos de retenção são mais frequentes.

A utilização destes dispositivos reduz a ocorrência e/ou gravidade de lesões sofridas pelos ocupantes de uma viatura em caso de acidente de viação, pelo que a GNR tem dado particular atenção à ações de prevenção e fiscalização desta matéria.

Em 2016, foram registadas até à data cerca de 19 mil infracções, a nível nacional, o que corresponde a uma diminuição de cerca de 26% em relação a 2015 (mais de 24 mil).

Em relação a distrito de Viseu, registou-se uma diminuição de 306 infracções. No ano anterior o número ascendia às 1043 infracções quanto ao cinto de segurança, em 2016 averiguaram-se 737 excessos.

Esta operação, levada a cabo por militares da Unidade Nacional de Trânsito e dos Comandos Territoriais, é realizada de igual modo em todos os países da Europa e enquadra-se no plano definido pela European Traffic Police Network, organismo que congrega todas as polícias de trânsito da Europa, no qual a GNR é a representante nacional.

Sendo a não utilização dos sistemas de retenção uma das principais causas da sinistralidade rodoviária grave (com mortos e feridos graves) em Portugal, a par do excesso de velocidade e da condução sob a influência do álcool, a GNR tem intensificado as ações de controlo destas matérias no sentido de reduzir o número de vítimas nas estradas.

 

Pode ver também

IMG_9532

Onde está o saneamento? População de Casaldeiro revolta-se e pára obras em curso

Fartos de promessas, a população de Casaldeiro decidiu meter-se na estrada e resolver o assunto …

Comente este artigo