Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Uso do cinto de segurança: Viseu com menos 306 infracções

Uso do cinto de segurança: Viseu com menos 306 infracções

A Guarda Nacional Republicana (GNR) intensifica até ao próximo domingo, dia 18 de Setembro, a fiscalização do uso do cinto de segurança e de sistemas de retenção para crianças (SRC), direccionando as acções para as vias onde as infracções por falta de uso dos dispositivos de retenção são mais frequentes.

A utilização destes dispositivos reduz a ocorrência e/ou gravidade de lesões sofridas pelos ocupantes de uma viatura em caso de acidente de viação, pelo que a GNR tem dado particular atenção à ações de prevenção e fiscalização desta matéria.

Em 2016, foram registadas até à data cerca de 19 mil infracções, a nível nacional, o que corresponde a uma diminuição de cerca de 26% em relação a 2015 (mais de 24 mil).

Em relação a distrito de Viseu, registou-se uma diminuição de 306 infracções. No ano anterior o número ascendia às 1043 infracções quanto ao cinto de segurança, em 2016 averiguaram-se 737 excessos.

Esta operação, levada a cabo por militares da Unidade Nacional de Trânsito e dos Comandos Territoriais, é realizada de igual modo em todos os países da Europa e enquadra-se no plano definido pela European Traffic Police Network, organismo que congrega todas as polícias de trânsito da Europa, no qual a GNR é a representante nacional.

Sendo a não utilização dos sistemas de retenção uma das principais causas da sinistralidade rodoviária grave (com mortos e feridos graves) em Portugal, a par do excesso de velocidade e da condução sob a influência do álcool, a GNR tem intensificado as ações de controlo destas matérias no sentido de reduzir o número de vítimas nas estradas.

 

Pode ver também

Transporte de água para Fagilde não vai parar mesmo com previsão de chuva

As descargas de água diárias feitas através de 45 camiões-cisternas dos bombeiros na barragem de …

Comente este artigo