Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Empresa de construção “põe” câmara de Sátão em tribunal

Empresa de construção “põe” câmara de Sátão em tribunal

A empresa de construção Embeiral recorreu para tribunal depois de a câmara de Sátão ter indeferido a reclamação da empresa, ao concurso de construção da nova “Estação de Tratamento de Águas Residuais” da vila de Sátão.

Em causa está a decisão do júri, aprovada pela câmara de Sátão, de entregar a obra à empresa Montalvia, depois de terem concorrido três empresas, que apresentaram o mesmo orçamento para a construção da obra,1.697.971,40 euros.

A Embeiral reclamou da aprovação do relatório final da empreitada, por parte da autarquia de Sátão, que depois de apresentados os três orçamentos com o mesmo valor, recorreu à valia técnica das propostas empatadas.

O presidente da câmara de Sátão, indeferiu a reclamação da empresa Embeiral, que por despacho datado de 22 de novembro decidiu manter a decisão do júri do concurso.

O processo está agora em tribunal, o que impediu que a câmara de Sátão pudesse aprovar a minuta de contrato da obra.

Perante a situação, os vereadores do PNT na câmara de Sátão, votaram contra ao pedido de indeferimento por parte do presidente do município, Acácio Pinto vereador do PNT, justificou à Alive Fm o sentido de voto.

A obra de construção da ETAR de Sátão tem um prazo de execução de 365 dias, e pretende recolher as águas residuais, de toda a linha do rio Sátão, desde a povoação das Rãs até à vila de Sátão, com o objetivo de eliminar todas as fossas a montante da nova ETAR, prevista para o Barro Branco.

Texto António Mendes / Alive Fm

 

Pode ver também

Bloco de Esquerda preocupado com ferrovia do Douro

O Núcleo de Lamego do Bloco de Esquerda denuncia os constantes atrasos, falhas e sobrelotação …

Comente este artigo