Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Em São Pedro do Sul debateram-se os “Novos Desafios dos Autarcas do Futuro”

Em São Pedro do Sul debateram-se os “Novos Desafios dos Autarcas do Futuro”

Decorreu no passado sábado, em Santa Cruz da Trapa, uma conferência promovida pela Comissão Política do PSD de São Pedro do Sul sobre o tema – “Novos Desafios dos Autarcas do Futuro” – com a presença do eurodeputado, Dr. Fernando Ruas, do Presidente da Câmara de Tondela, Dr. José António e do Presidente da CPD do PSD de Viseu, Dr. Pedro Alves e do Presidente da comissão Politica do PSD de São Pedro do Sul, Dr. Pedro Soares.

Os dois primeiros oradores falaram sobre o que consideram, quer pela experiência adquirida, quer pela visão de futuro que têm, dos pilares fundamentais para cada território se desenvolver equilibradamente, promovendo fundamentalmente a qualidade de vida das pessoas e garantindo a sua fixação.

Um dos pilares considerado fundamental, é o da qualificação dos serviços e dos responsáveis políticos para a execução das políticas mais corretas, com uma perspectiva de sustentabilidade do território e geracional, sem esta visão de médio prazo, os autarcas apenas cumprem o dia-a-dia em pequenas obras e actividades menores com objectivos populistas e likes nas fotos das redes sociais, remetendo os concelhos e as suas populações para atrasos de desenvolvimento irreparáveis.

Um segundo pilar tem a ver com a capacidade dos autarcas conseguirem atrair investimento para garantirem emprego e a fixação das pessoas, fundamentalmente os jovens. Neste campo é muito importante que o Presidente da Câmara seja reconhecido pela capacidade de unir sectores e ser um bom negociador, apresentando propostas e áreas de investimento com potencial estratégico, suficientemente atractivas, garantindo a existência de mão-de-obra qualificada para melhor negociar a captação dessas novas empresas, em paralelo com a existência das infraestruturas indispensáveis para a instalação dos potenciais investimentos.

Um terceiro pilar diz respeito ao terceiro sector uma vez que a desertificação é muito acelerada e é necessário ter, no presente, ideias e políticas capazes, de se evitar atempadamente, que essas pessoas deixem de ter qualquer retaguarda familiar, pelo fosso criado entre gerações com as consequências de abandono e desprotecção crescentes que são imparáveis se nada for feito.

Foi também muito enfatizada a necessidade da aprovação de estatuto dos territórios de baixa densidade, como forma de garantir medidas concretas por parte da União Europeia e Governo, para de uma vez por todas, esses territórios, como os concelhos da nossa região, terem tratamento diferenciado, para serem competitivos e capazes de inverter este ciclo de desertificação crescente.

Os dois segundos oradores, recentemente empossados nos respectivos cargos, para além de subscreverem e comentarem o que foi dito pelos anteriores, manifestaram grande preocupação pela falta de desenvolvimento e investimentos no concelho de São Pedro do Sul, quando comparado com o passado, ou com os concelhos vizinhos, responsabilidade essa dos actuais políticos do Partido Socialista.

Disseram ainda que já iniciaram o trabalho de preparação autárquico, com a participação crescente dos cidadãos e instituições, com o objectivo de conseguirem os melhores candidatos para ganhar as eleições autárquicas de 2017, com a convicção que os sampedrenses não se revêm neste executivo, que para além de propaganda permanente, nada tem feito de relevante para cumprir a sua função de melhorar a qualidade de vida de todos os seus residentes e visitantes.

 

Pode ver também

Duas mulheres detidas em Moimenta da Beira por permanência ilegal no país

O Comando Territorial de Viseu, através do Núcleo de Investigação Criminal de Moimenta da Beira, …

Comente este artigo