Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Câmara de Viseu “falhou” à tomada de posse da Associação do IPV

Câmara de Viseu “falhou” à tomada de posse da Associação do IPV

Após a vitória unânime nas eleições do passado dia 25 de Janeiro, os elementos da lista V tomaram posse como os novos órgãos da Associação Académica do Instituto Politécnico de Viseu (AAIPV). O novo presidente é Mauro Pinto, aluno do curso pós-laboral de Gestão de Empresas.

A ação social e as tradições académicas, duas secções autónomas da AAIPV cuja continuidade será decidida pelos associados em sede de assembleia geral extraordinária, foram o foco do discurso de tomada de posse do presidente eleito. No âmbito da ação social, Mauro Pinto assumiu que o projeto “Fundo de Apoio ao Estudante” vai ser dissolvido para dar lugar ao projeto “Fundo de Apoio do Estudante”.

“Esta ideia surge de forma a reforçar aquilo que é a vontade desta direção em ser uma académica aberta à sociedade. Deste modo, o IPV vai criar um fundo de apoio de emergência (regulamento ainda sujeito a aprovação), mas que prevê o apoio financeiro a estudantes com dificuldades”, afirma.

O protocolo criado com a Delegação de Viseu da Cruz Vermelha Portuguesa (DVCVP) foi outra medida tomada por parte da nova AAIPV para auxiliar os estudantes carenciados. Deste modo, todos os bens angariados nas ações sociais levadas a cabo por parte da AAIPV serão recolhidos diretamente pela DVCVP, sendo que apenas serão aceites contributos de ordem monetária “contra recibo” ou bens alimentares. Esta decisão visa “terminar com a especulação sobre o destino dado aos valores arrecadados nas ações de solidariedade, resultante das más práticas de algumas instituições ou pessoas, como infelizmente tem acontecido, de forma recorrente por parte de algumas instituições”, garante Mauro Pinto.

O evento, que se realizou no auditório da Escola Superior de Saúde, contou com a presença de Catarina Durão, diretora regional da zona centro do Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Natural da cidade de Viseu, Catarina Durão realçou a importância de uma colaboração entre a AAIPV e o IPDJ.

“O IPDJ, como vocês sabem, é uma entidade financiadora de atividades, mas nós não somos só isso. Nós somos um efetivo parceiro da comunidade e pretendemos sê-lo. Deste modo, assumo o compromisso público junto do senhor presidente eleito, Mauro Pinto, para efetivarmos uma verdadeira parceria junto da comunidade estudantil viseense e não só, mas da comunidade em geral, porque nós temos mecanismos para isso ser feito”, assegura.

A representante do IPDJ desfez-se em elogios a todos os novos órgãos sociais da AAIPV, agradecendo-lhes pelo “incómodo”. “Tenho que vos agradecer o incómodo de serem eleitos, porque isto muita gente pensa que quem participa nestes fóruns é para se divertir e ter acesso a bilhetes gerais ou outras condições. Mas só quem participa num ato eleitoral é que sabe o trabalho que dá, e por isso eu agradeço este vosso incómodo”, declara.

Um sentimento partilhado por Cristina Amaro da Costa, professora da Escola Superior Agrária de Viseu e provedora do estudante, que elogiou comprometimento da associação com o futuro da academia e mostrou-se otimista relativamente ao futuro.

Os novos órgãos sociais da AAIPV assinaram o compromisso de honra, onde juraram cumprir e fazer cumprir as tarefas que lhes foram confiadas, perante o olhar atento de João Luís Paiva, presidente do Instituto Politécnico de Viseu, e dos vice-presidentes Pedro Rodrigues e José Bastos.

Mauro Pinto, o novo presidente da AAIPV, lamenta a ausência de qualquer representante do município de Viseu, bem como de outras instituições convidadas para marcar presença na cerimónia de tomada de posse.

 

Pode ver também

PSD Nelas preocupado com dívida da autarquia

Em nota de imprensa o PSD de Nelas diz que a Lista divulgada pela Direção …

Comente este artigo