Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home / Notícias / Bombeiros de Castro Daire ajudaram Júnior a nascer na noite da tempestade

Bombeiros de Castro Daire ajudaram Júnior a nascer na noite da tempestade

Costuma dizer-se que” depois da tempestade vem a bonança”. E assim foi. Pelo menos para os Bombeiros Voluntários de Castro Daire que ajudaram o pequeno Júnior a nascer.

De reforço no quartel por causa da tempestade Ana, por volta da 01h00 da manhã estacionou-lhes um carro à porta.

Tratava-se de uma mulher, acompanhada do seu marido, e prestes a dar à luz. Ana Rita Oliveira, adjunto de comando dos Bombeiros Voluntários de Castro Daire, explica que não houve tempo para mais nada a não ser ajudar a criança a nascer dentro da ambulância.

O parto, da mãe pela terceira vez de Cinfães, correu dentro da “normalidade”. O Júnior nasceu saudável, sem complicações, com 41 semanas graças à Ana Rita e a mais três bombeiros.

Apesar de Carlos Ferreira, Ana Rita, Luís Pedro Gonçalves e José Ferreira terem formação para tal, nenhum deles tinha tido semelhante experiência. Com o nervosismo, o facto de o Bombeiro José Ferreira ser o único pai presente revelou-se uma pequena ajuda.

Habituados a lidarem com pessoas no seu limite de vida, o choro do Júnior no seu início vai marcar-lhes memória para toda a vida.

Com uma vontade imensa de apadrinharem o recém-nascido, não sendo possível, pelo menos foi-lhes dada a garantia que iriam acompanhá-lo ao longo da vida.

Na noite da tempestade, a ajudar a equipa e a mãe do Júnior esteve sempre o CODU de Coimbra (que foi dando orientações) enquanto a Viatura Médica não chegava ao local.

Peça de Maria Sousa/AliveFm

 

Pode ver também

Empresas reergueram-se um ano após os incêndios de 15 e 16 de outubro

As cinzas deixadas a 15 de outrubro do ano passado pelas chamas, em Oliveira de …

Comente este artigo